Desenvolvimentos

A Mafaldinha que até tem as ideias dela bem alinhavadas relativamente à questao de colocar a Borboleta na Creche agora que tem 4 meses ou só quando a pequenota tiver 10, ficando até lá com ela em casa hoje, deu-me que pensar (Obrigada Mafalda, penso logo existo!).


Eu sou sincera: acho que isso é uma opiniao pessoal de cada um, porque ambas as opçoes têm coisas positivas e negativas. Mas se eu tivesse tido a oportunidade de ficar com a Flor mais tempo em casa nao teria pensado duas vezes.

A Mafalda leu numa revista feminina o seguinte: "estudo britânico conclui que crianças até aos 3 anos de idade ficam mais aptas em creche do que com os avós, ao contrário do que se pensava" e a educadora de uma creche que ela visitou disse-lhe qulaquer coisa do género que pôr a Borboleta lá com 4 meses era melhor para o seu desenvolvimento cognitivo e psicomotor etc, etc.

Eu nao duvido nem um bocadinho que uma criança em contacto com outras poderá ter um desenvolvimento mais rápido, porque é o poder da imitaçao a funcionar (foi assim que a madame Flor começou a gatinhar). Mas será assim tao importante que o nosso bebé se desenvolva depressa? Olhem eu nao tenho pressa nenhuma... deixo-a crescer ao sabor do vento, dou-lhe estímulos qb.

Cada bebé é um bebé, uns têm a capacidade de interagir e aprender mais facilmente que outras independentemente de estarem no infantário ou com a mae ou avós.

Cada bebé tem um ritmo, a minha por exemplo tem um ritmo lento (sai à mae) em relaçao a muitos bebés que vejo nos blogues, ela começou a gatinhar à pouco tempo, também só à pouco tempo se começou a pôr de pé na cama, enfim uma data de coisas que vejo outros bebés a fazerem mais cedo...mas acham que isso me deixa triste??? NADA, absolutamente NADA!

Eu AMO de paixao ver cada desenvolvimento da minha filha, e é sempre uma festa lá em casa a cada novidade, mas pressas nao existem.

Eu faço o meu papel: brinco diáriamente com ela, compro-lhe briquedos que a estimulam, vou-lhe tentando ensinar as coisas no dia a dia mas deixo ela se desenvolver ao ritmo dela, nao pressiono e nao fico nada triste ou desiludida se ela ainda nao faz isto ou aquilo como este ou aquele. Nao faz há-de fazer.

Resumindo: eu separei-me da Flor aos 3 meses e meio porque teve de ser. Sempre tive e continuo a ter na minha ideia que o ideal seria ter estado com ela durante todo o primeiro ano e iniciá-la numa pré-socializaçao após esse tempo nao estaria a iniciá-la tarde. Se tivesse tido a oportunidade de ficar com ela em casa esse ano nao iria pô-la na creche para que tivesse um desenvolvimento mais rápido. Afinal mais rápido para quê???? é deixá-la ser bebé porque tem muito tempo de ser grande!

Eu gosto do resultado!!!

18 Meiguices:

Rita disse...

Sou completamente de acordo contigo! Deixa-los crescer à maneira deles.

Opa eu gosto tanto do teu cantinho...da vontade de passar ca o dia inteiro!! E da vontade que postes coisas durante o dia inteiro!! :D

Beijinhos***

Isa disse...

E pensas muito bem. Nós agora temos a mania de as pressionar duma maneira que nem as deixamos ser crianças. Cada coisa a seu tempo.

Beijos

Sonhadora disse...

Infelizmente nesta sociedade onde todos querem ser os melhores, acabam por começar a competição desde bébés, o meu já faz isto e o teu não.... enfim, é uma tristeza... se se começa a pressionar as crianças praticamente desde que elas nascem o que é que vai ser quando forem adultos???
Já agora... adorei o penteado da Flor nessa foto ;)

Jokitas

Maria José disse...

Estou completamente de acordo contigo amiga, deixa-a crescer ao ritmo dela,
ela tem tanto tempo, quem me dera ser bébé percebes
bjokas

Maria Pereira disse...

Eu acho que tu é relativo, depende das creches e depende das avós.

O meu Dinis ficou com a minha mãe até aos 18 meses e só foi para a creche pq a minha mãe morreu, senão tinha lá ficado até aos 3 anos.

Tenho a minha sogra mas só deixava com ela um filho meu se não existisse nenhuma creche no raio de 100 km... :)

Beijocas e bom fim de semana

Mamã e bebé disse...

Olá querida mamã!
Tu gostas do resultado e nós por aqui também ;-))
Concordo plenamente, não troco o facto de estar com a Leonor em casa por nenhuma creche XPTO...como em tudo, tem coisas positivas e negativas...mas sendo eu educadora e sabendo que nem em todos os colegios as educadoras têm tempo para dedicar às crianças...para um miminho, para um carinho, para uma brincadeira, para uma canção...prefiro mil vezes estar com ela em casa e poder dar-lhe tudo isso. Talvez pense assim também porque a minha primeira experiência como educadora tenha sido desastrosa...num sitio pavoroso...que não me permitia MIMAR as minhas crianças. Sim, até se podem desenvolver mais rápido numa creche...mas para quê mais rápido? as crianças precisam muito mais de mimo do que de uma evolução demasiado rápida. Se não gatinhar aos 8,9,10, 11 meses...não será por isso menos do que as outras :-)Por isso estou totalmente de acordo contigo!
Beijinhos grandes
ah, já te disse que adoro o teu blog? :-)

Rita disse...

Opa tinha que dizer...a tua Flor é um mimmooooooo!!!

A mamã disse...

concordo sim senhora minha linda!!
mil bjinhos
paula

Martim... o nosso Amor!!! disse...

Concordo plenamente contigo, cada bébé tem o seu ritmo de crescer... eu ainda gostava que o Martim fosse aquele bébé recem-nascido, mas não, vai a caminho dos 8 meses e já está enorme... é o ritmo dele... temos que saborea-los ao seus ritmos...! Beijocas

Mãe da Tiz disse...

Ai se eu pudesse... a Tiz ficaria comigo ou com a minha mãe! Mas como não é posivel teve que ir para a creche que eu considero um mal necessário, podem até ficar mais aptas, mas também ficam mas doentes!!!

Beijos***

Mafalda disse...

Bravo!! Obrigado por ser o mote de inspiração de post tão bem redigido e tão bem 'falado' ;) lol
eu não faço intenções de pôr a minha filha tão cedo numa creche, só se me aparecesse um trabalho mesmo irresístivel, porque acho que estou a ser uma verdadeira bênção poder estar este primeiro ano dela, com ela, porque a partir do momento em que eu comece a trabalhar deixo de ter tempo para ela. assim, é aproveitar cada minutinho que posso com ela e desfrutar ao máximo!!!
(e a Patrícia apoia, que está aqui ao meu lado!) lol ;)
e mandamos as duas beijiiiiinhhhooosssss ;) ****

putchy disse...

Dêem uma vista de olhos no http://putchybaby.blogspot.com/ .
Se gostarem divulguem.
bjs

Putchy

Paula Oliveira disse...

As opinião divergem muito... mas na minha opinião, cada criança deve ter o seu ritmo e como nenhum bebé é igual quanto mais personalizado for o seu acompanhamento melhor (na minha opinião claro!!), no meu modesto pensar, é impossivel que uma educadora para diversas crianças, consiga dar atenção exclusiva a cada um dos pequenos... muito mais quando são bebés de meses... é claro que o contacto com outras crianças, principalmente mais velhas, desenvolve pela imitação, mas nós como mães também lhes podemos proporcionar esses momentos e muito mais... felizmente eu tive oportunidade de estar 24 horas com a minha filhota até aos 12 meses e não me arrependo em nada, e agora ela está com a minha mãe, o que me deixa bastante mais segura do que se estivesse num infantário... sei que ela tem atenção exclusiva, que passeia, que conhece novas coisas, que tem contacto com as primas, com os animais, com outras pessoas... tudo o que ela precisa para ser uma criança feliz a meu ver... ou seja... não fica fechada numa sala (principalmente agora com o bom tempo) onde muitas vezes é só choro e birras... pode ter os seus prós... mas eu continuo a achar que a familia é a melhor educadora que existe!!

Beijos

Ce.Oliveira disse...

Ola amiga!!!
Sabes sou da mesma opiniao...a tudo heheheheheheh
Eu se poder gostava de ficar em casa com o bebe ate ele ter pelo menos um ou 3 anos mas la esta depende muito se a vida economica assim o permitir!!!
Em relacao a tempo sou da mesma opiniao...tal como nos tempos o nosso tempo para adpatarmo nos as coisas e os bebes sao iguais!!!
por ex em relacao a chupeta...é um problema quando as maes querem tirar a chupeta as criancas e sinceramente acho que deveriam ser elas a decidir!!!eu por ex andei de chupeta ate as 7 anos...so nao a levava para a escola mas com o tempo deixei ja a minha irma a minha mae ja fez trinta por uma linha para a miuda largar a mama... por acaso conseguiu...mas penso que deveria ter sido a miuda a decidir e nao a minha mae a desaparecer com ela!!!!hheheheheheheheheh

Beijinhos e bom fim de semana!!!

Patrícia disse...

Te es mesmo um e3spectaculo tens sempre um conselho a dar muito obrigado pela tua disponibilidade. ela finalmente pegou no bibrão da avent e o leite é o nutriben Natal, ainda so bebeu 2 ma ja noto bastante diferença. Alterno mamda, biberão, mamada. estou a fazer assim porqe se lhe oferecer a segui a maminha ela nao quer e passado duas horas quer mamar outra vez. vamos la ver como corre. um grande beijo das carochas

Gasparzinha disse...

Ora bem, cada bebé tem o seu ritmo e nos devemos respeita-lo.
Beijinhos

liliana disse...

Nem mais!... Está tudo dito!
Infelizmente, nem todas as pessoas têm o privilégio de poder ficar com os seus filhos e eu também sou uma delas. No entanto, se puder contar com a ajuda dos avós, o Francisco entrará o mais tarde possível na creche.

Um grande beijinho

Cresce barriguita...cresce!!! disse...

mINHA LINDA,

como eu adorava ver o meu filho crescer sempre ao pé de mim...tê-lo sempre ali ao meu lado, como me custou horrores deixa-lo com 3 meses e meio....embora que eu nao tenha feitio p/estar em casa, confesso que já me sentia um pouco prisioneira!!!ehehh mas, sem duvida que este ritmo de vida q temos, passamos com eles apenas o FDS pq durante a semana...passam mais tempo nos infantarios amas ou avós!!! Sei que as creches fazem falta, no meu caso...sinto q lhe vai fazer mto bem,por um lado...mas vai ser dificil p outro!! È COMPLICADO!!!
a flor ta linda e maravilhosa...mas nisso SAI À MÂE!!!
jinhussssssssssssssssssssssssss