Diferenças e... já Gatinha

Pronto, é oficial desde ontem que a Flor já gatinha e para a frente...com alguma dificuldade e estranheza, mas lá vai andando, é o que eu digo fez 10 meses e agora acontece tudo, sao umas atrás das outras.
(como nao há ainda fotos aqui fica uma dela, nao a gatinhar mas a rastejar).






Agora vejam lá se conseguem descobrir as diferenças (as priminhas Raquel Prata e Flor Prata nascidas com 15 dias de diferença)...


(tao lindas, cabiam as duas na mesma alcofa)









Aqui as mesmissimas primas Prata, com os mesmos 15 dias de diferença mas 7 meses depois...

("Flor nao grites que assustas a prima....")








Pronto tinha de fazer das suas....

(" OH FLOR...NAO ARRANQUES OS OLHOS À PRIIIIMAAA")








Sua marota....

Beijocas e bom fim de semana.

Adeus!!!


Nao minhas queridas, nao me vou embora (nem podia pensar em deixar este cantinho, o sitio onde eu me farto de ser mimada por vocês que me visitam e deixam sempre um comentáriozinho a lembrar que somos amigas de todas as horas).

Mas hoje foi com um adeus que a minha filhota me presenteou quando me vinha embora da ama. Todos os dias a ama vem com a Flor à porta despedir-se de mim e eu vou fazendo-lhe adeus enquanto desço as escadas mas nunca recebi resposta...até hoje minhas lindas, só até hoje.

Como estava à pouco a comentar um lindo post da também linda mama da Lulu Bochechas, quando pensamos que nao podemos amá-los mais heis que de dia para dia amamos mais e mais e mais e eu sinceramente nao sei como isso é possivel, mas acontece.

Chego à conclusao que o amor nao tem mesmo limite de tamanho... é enorme e nao pára de crescer. Aguenta coraçao!!!

Eu e tu.... OBRIGADA filha!!!

Já recebi as minha prendas de Natal. Nem sei que vos diga, este foi um fim de semana em GRANDE e cheio de progressos, uns atrás dos outros.

Desde quinta-feira à noite até terça de manha que eu e a Flor nao nos separámos e foi uma maravilha. Foi um fim de semana mais do que prolongado e nem eu imaginava o que vinha por aí.

Para começar ela portou-se excepcionalmente bem, com a comidinha nao me deu problemas absolutamente nenhuns. Comeu sempre TODAS as refeiçoezinhas, tudo sempre nas horinhas certas e sem pestanejar. Todos os dias "pedia" para fazer a sesta da tarde quase sempre à mesma hora com a duraçao de 2/3 horinhas (dava para eu fazer muita coisa nesse entretanto) e fizemos esta rotina todos os 4 dias. Parecia que estavámos em perfeita sintonia e a Florzinha parecia um relógio. Acho que a persistência se transformou em rotina, compensou portanto. Foram 24 sobre 24 horas perfeitas. Brincámos, rimos e passeámos.

Na sexta feira comecei a notar que cada vez que a Flor ouve musica começa a dançar aos pulinhos com o tronco, fartei-me de rir porque assim que começa uma musica na televisao de um anuncio ou filme ou qualquer outra coisa, desde que tenha ritmo, ela dança. Parece uma pulguinha sentada, é fartar de rir.

Nessa noite recebi a melhor prenda de Natal. Estava eu na minha cama a brincar com a Flor: eu punha a chucha dela na minha boca (sabem? aquela que ela nao quer ver nem pintada) e ela tirava-me e jogava fora. Uma das vezes decidi fazer que estava a chorar e nem acreditei na reacçao dela. Pois a Flor estava sentada à minha frente, quando me viu a "chorar" abriu os bracinhos e encostou a cabecinha ao meu peito. De inicio pensei que ela se tinha desiquilibrado, mas quando voltei a fazer a reacçao foi sempre a mesma. É de uma ternura que eu nao sei explicar. Foi uma reacçao natural dela, ninguém lhe ensinou a fazer aquilo eu fiquei pasmada. Sinceramente estou EN-CAN-TA-DA. Onde é que eles aprendesm estas coisas meu DEUS???

No Domingo à noite veio outra penda assim docinha. Novamente na mesma cama, a brincar com a pulguinha, heis que ela faz o biquinho do beijo e solta o som tipo: PLOC. Bem, desmanchei-me a rir, fiz-lhe uma festa termenda e agora peço para fazer beijinho e lá poe ela o lábio de baixo para dentro, um bocadinho de boquinha de peixe e...PLOC! Um must....

Outra novidade é que já se consegue pôr ganchinhos no cabelinho fininho da Flozinha, olhem só:



Fica linda nao fica? Até que enfim posso pôr os milhentos ganchinhos Hello Kitty que tinha guardados... já se aguentam.

Este fim de semana lá andámos nós a passear de botinhas de pêlo e ganchinhos.


Outra coisa que fizemos foi a àrvore de Natal, mas quem nao aprecia muito àrvores de Natal é a Flor. Tem muito medo, mas ela é corajosa e a pouco e pouco lá se vai chegando para tocar nela. O efeito da luzes nao foi o esperado por causa do medo, para o ano será melhor (ihihihih).

Mas há mais..., na segunda-feira, quando fomos ao supermercado, dei-lhe um belo pedaço de queijo a experimentar, pois a pulguinha comeu-o todo, mesmo sem dentes marchou tudo e ainda repetiu mais duas vezes.

Pode nao parecer muito, mas achei este fim de semana cheio de progressos. Ela tem 10 meses e é nesta altura que estou a sentir os progressos dela a acontecerem depressa. Todos os dias me presenteou com pelo menos uma novidade. Foi bom... foi óptimo. Tou mesmo babadona, confesso.

Obrigada Filha!!!!

À pouco tive oportunidade de deixar um comentário de parabéns à quase mama Liliana, que faz aninhos hoje (PARABÉÉÉÉÉNNSSS LILIANA) e é bem verdade, a Flor enche-me a casa, a vida e a alma.

Às minhas queridas amiguinhas que me visitam um sincero pedido de desculpa por estar tantos dias ausente, eu vou passando aqui e nos vossos cantinhos, mas o trabalho tem apertado e o tempo é pouco para escrever. As minhas desculpas e um beijao de agradecimento pelos miminhos que me deixam que eu adoro.

(Olhem por falar em miminhos, Drikinhas obrigado pelo miminho do Sonho, nao está esquecido vou fazê-lo assim que tiver mais um cadinho de tempo... entretanto ficou e tá guardadinho no meu coraçao... obrigada amiga).

Insólito...ou talvez nao!

Estes sao alguns dos brinquedos que a Flor tem:










giros, nao sao?

mas estes sao os com que ela prefere brincar:












Insólito? Talvez nao, hoje ao falar no messenger com a mama do Santiago (a minha amiga Mafaldinha) dei-me conta que a Florzinha nao é a única. Mas uma coisa é certa, a minha filha parece um ponto de reciclagem, adora frascos e garrafas vazios, já para nao falar em colheres, a caixa dos dodots e nao posso esquecer referir o saquito dos dodots quando estes terminam (dá distraçao para pelo menos 30 minutos). Assim que eu tenha comprado dalí, de proposito para ela , só mesmo o biberon e o patinho de borracha.

Vai sair-me baratinho este Natal, já estou a imaginar:


Eu - O que queres para o Natal filha?
Flor - Um frasco vazio do gel de banho, uma garrafa vazia diferente da que eu já tenho, um tubo de creme vazio (pode ser o das fraldas), uma colher das de sobremesa, o frasco do shampoo e uma tuperware... também gosto de tachos mas tu nao me deixas mexer.
Eu - Ok filha, vou ali ao ponto de reciclagem fazer "compras" já volto.

No fundo só irei gastar dinheiro no papel de embrulho (e se for a um hipermercado, nem isso gasto, pois agora os embrulhos é "faça você mesmo"). Tenho uma filha muito económica, e, amiga do ambiente nao hajam duvidas.

Bem vez de me queixar, o melhor mesmo é aproveitar. Aproveitar enquanto ela nao entra na onda dos Nenucos, das Bratz, das Barbies, etc e tal.

Opá mas que é um nadinha frustrante é...

Progressos... assim assim.

Nao podia deixar de cá vir desejar-vos a todas um bom fim de semana prolongado!


Aproveito para partilhar com vocês que ontem fui jantar com a Flor e o pai da Flor ao Forúm. Como sabem ando a tentar introduzir a sopa à noite à Flor, nao tem sido fácil mas nestes ultimos dias já consegui que ela comesse qualquer coisa, mil e quinhentos truques depois já vai entrando qualquer coisa. Li os vossos conselhos (que muuuito agradeço) e decidi fazer assim; à tarde em vez de lhe dar só o iogurte, a Bé junta 2 peças de fruta e assim ela já vai aguentando até às 19h00/19h30 sem comer mais nada. A essa hora dou-lhe a sopa e a fruta. Ela nao come muito, mas come qualquer coisa e aos poucos e poucos já se vai habituando aquela rotina. Depois bebe o leitinho às 20h30/21h00 dependendo da quantidade de comida que ingeriu. Claro que assim nao dorme a noite toda como dormia, porque nao encheu o estomago ao jantar, mas eu prefiro fazer o sacrificio de acordar a meio da madrugada e ela vai-se habituando aquele ritual. Enfi, sao progressos... assim, assim.

Também decidi nao viver "obcecada" com isso porque também nao ajudava. Agora penso que ela bebe o leitinho por isso tá alimentada. Ela come muito bem durante o dia, se à noite nao comer tao bem, ela lá sabe as suas necessidades, desde que vá bebendo o leite pelo menos. Ontem, como vos disse, fui jantar ao forum e levei sopinha e fruta para a Flor, pois entao ela comeu lindamente (estao a ver!!!!), pronto confesso que demorei uma carrada de tempo mas entre cantigas e truques comeu quase a sopa toda e ainda um bocado da fruta. Mas aqui a burra da mae dela tinha de estragar tudo. É que eu (a burra) estava a comer uma salada de frutas e a nina estava a olhar com um ar que eu nao resisti, cortei um cadinhinho pikenininho e dei-lhe....BURRRAAAAA, é que foi o suficiente para se vomitar toda. Lá veio a sopa a fruta e sei lá mais o quê. Coitada da miuda!!!!

Entretanto deixo-vos as fotos da minha gata no centro c
omecial e digam lá que ela nao tem umas botinhas muito fashion (e quentinhas):













Passámos na Claire's e experimentámos as bandeletes (porque o cabelinho dela nao dá para mais):

À gata










E como estamos no Natal:

umas com umas renas....kakakakakaka...












Desejos a todas de um óptimo fim de semana...prolongado porque merecemos pois entao. Um grande beijinho a todas as que nos seguem, as que nos leem e as super queridas que deixam sempre miminhos.

No Supermercado....

A falta que um homem faz nestas alturas. Ou pelos menos uma companhia, é que ir às compras sózinha com um bebé de colo é dose. É simplesmente impossivel andar com dois carros (o das compras e o da Flor), por isso acabo sempre por nao levar tudo o que preciso e mesmo assim saio carregada que nem uma burra. Para evitar essas situaçoes, como a Flor já se aguenta bem sentadinha, vai de enfiá-la pela primeira vez no carrinho das compras, o resultado foi este:











Mas desenganem-se amigas, se pensam que a tarefa foi mais fácil assim, porque de vez enquando acontecia ISTO:











Claro que nada que um subornozinho com "sabor" a Noddy nao resolva:










Sim filha nao precisas fazer esse olhar, a mae compra....












E pronto, lá andámos nós. Nao tive o problema do carrinho mas teve de ser tudo a despachar porque o Xilo do Noddy também aborrece e a paciênciazinha da Flor para as compras naquele dia era nula.

10 mesinhos de Flor

10 meses já lá vao! Só me apetece perguntar para onde vai o tempo? mas porque tens de crescer tao rápido filha? Ai, se é bem verdade que eles crescem taaaaaao depressa....


E as CONQUISTAS da minha Flor:

  • Já diz mama (embora ainda nao saibas bem o que estás a dizer, já nao era sem tempo filhoca).
  • Dá cabeçadinhas a nós se lhe pedirmos (e também dá a ela própria em frente ao espelho ehehehehehe).
  • Dentinhos nem vê-los (mas eu gosto dela asim desdentadinha).
  • Dá passinhos perfeitos agarrada às nossas maos (como é pesadota nao se aguenta sózinha ainda, mas em breve chega lá, nao há pressa).
  • Trepa por mim acima (agarra-se à minha roupa, faz força, dá aos pézinhos e puxa até conseguir trepar para o meu colo. Mudar a fralda está a começar a tornar-se uma tarefa complicadita)
E as MANIAS da minha Flor:

  • Continua a odiar andar de carro, mas já se vai portando melhor.
  • Continua a gatinhar de marcha atrás (às vezes é mais rastejar)
  • Agora já só faz as gracinhas quando quer e nao quando lhe pedimos.
  • Cerra a boca ao jantar e nao passa ali uma agulha.
  • Odeia estar presa ou sózinha.
  • Adora beber água pelo copo ou pelo gargalo da garrafa (vai é mais para fora do que para dentro).
  • Grita se me vê a beber Sumol (e só pára de gritar quando a deixo molhar a lingua).
  • Nao gosta de chucha, adoptou o biberon em vez (mais conhecido por bibas).
Resumindo... TÁ A CRESCER.

Beijocas a todas, minhas e da Flor.

Fui enganada!


Tou feita ao bife com as Sras. enfermeiras. Pois nao é que nao era para levar vacina nenhuma ontem?!?!

De manha lá fui eu fazer o tremendo esforço de largar 70,40€uros para a bendita Prevenar (até fiquei azul e a minha carteira, coitada, perdeu a cor) para ir vacinar a pimpolha às 14h00.

Chego lá entrego o boletim de vacinas e a Prevenar à enfermeira C. que depois de ver o dito boletim me diz "o que é que a Flor veio cá fazer?", ora bem, isto saído da mesma pessoa que me havia dito para ela lá ir ao 9 meses, deixou-me assim como que petrificada.

Eu digo:
"enfermeira C. disseram-me para vir aos 9 meses fazer a última dose, até..."
e antes que eu pudesse terminar ela diz-me assim
"aí que disparate, mas que é que lhe disse uma coisa dessas?"
e eu disse
"foi você Sra. enfermeira"
ela olhou para o boletim e disse
"aaaahhhh realmente fui eu que a atendi na ultima vez, tá aqui a minha assinatura"
e depois completou
"olhe nao faz mal, já fica para quando ela fizer os 15 meses"

" ¿¿¿¿¿¿¿¿¿¿¿¿¿15 meses????????????????????? " pensei cá eu comigo, fogo isso é só em Abril, o dinheirinho fazia-me tanta falta agora, é que eu fiquei lisinha. Mas pronto, ouvi e calei né? fazer o quê!!! Lá a Florzinha se safou da dita vacina por mais uns mesinhos e lá veio a vacina para o frigorifico para o pé dos legumes.

Achei graça foi a Flor, assim que a pus em cima da marquesa onde ia levar a vacina agarrou-se a mim e tal qual uma gatinha queria trepar por mim acima de assustada que estava. Parecia um desenho animado a minha rica filha!!!! Mas olhem, lá se safou...

Às 18h30 foi hora da reuniao de pais. Como devem calcular eu tava babadissima. Lá fui eu toda vaidosona com a minha fadinha. À tarde a pimpolha nao dormiu nada entao, aquela hora, já acusava algum cansaço, foi a muito custo que a tirei do carro. Assim que viu os outros papás e mamas e bebés passou-lhe logo o cansaço e ainda vai de nos presentear ,com uma bela cagada. Eu que tinha deixado a mala dela no carro e nao podendo sair naquela altura tive de me aguentar com a fedorenta, como é possivel, tao bonita e tao mal-cheirosinha!!!

A reuniao foi muito gira. Estavam lá todas as amas do Serviço de Amas daquele infantário (inclusive a nossa Bé), mais as responsáveis pela equipa. Eu adorei!

O tema principal foi a adaptaçao de pais e filhos na primeira fase de separaçao, que é sempre tao complicada. Para que todos se exprimissem foi efectuado um jogo/exercício lúdico que consitia num barco 3D feito em cartolina que passava de mao em mao por todos os pais e amas presentes. Enquanto ele tivesse na nossa mao, diziamos pelo menos um sentimento positivo ou negativo sobre a dita separaçao. Quando o barquinho chegou a mim, eu nao podia deixar de dizer "confiança" ao mesmo tempo que me vieram as lágrimas aos olhos, porque como eu expliquei lá, para mim é uma bençao poder ir trabalhar e saber que a minha filha está tao bem cuidada. A Bé trata a Flor como se filha dela fosse, a Flor tem só 9 meses e consegue expressar diáriamente a alegria quando vê a Bé, e muitas vezes quando a vou buscar nem quer vir. Tudo isto me transmite muita confiança durante o dia, sinceramente sinto-me em paz. Sei que a minha filha está bem, sente-se bem onde está e isso é o melhor que lhe posso dar. Quando foi para passar o barquinho a outro papá vai que a Flor se agarrou a ele e nao queria largar, tanta foça fez a puxar que ficou com a bandeira do barco na mao. Risota geral, mama vermelha que nem um tomate (aquilo deve ter dado um trabalhao a fazer e a Florzinha tinha logo que deixar o seu cunho pessoal).

Depois do jogo/exercicio lúdico ainda tive oportunidade de falar sobre os meus medos de nao ser boa mae, porque a Bé consegue pôr a Flor a comer a dormir etc, tudo nas horas certas e eu nao consigo exercer um ritual em casa. Elas foram umas queridas disseram-me logo que eu nao devia sentir-me assim porque é normal os bebés e crianças se portarem pior na casa dos pais, enfim no fundo disseram-me aquilo que muitas de vocês já me haviam dito, mas às vezes nao consigo de deixar de me sentir péssima. Isto com o tempo deve passar.

No fim da reuniao ainda trouxemos um certificado muito lindo para pôr-mos no álbum para recordaçao. Realmente elas pensaram em tudo. O trabalhao que certas coisas com que nos presentearam deram, eu nao quero imaginar. Claro que a Florzinha deu logo cabo do barquinho 3D, a minha fedorenta linda nao pode apanhar nada nas maos que ou estraga ou mete na boca (parece um mini aspirador).

Vacinas à parte e o saldo do resto do dia até foi bastante positivo, o meu saldo bancário é que nagora nao é lá essas coisas. No fundo fiquei com os 70,40€uros congelados, literalmente até abril (kakakakaakkakak), nao sei se me rie ou chore.

Entretanto e tal, pus a Flor no seu 4 em 1 da Chicco, deixo-vos a foto.

Beijokinhas e muito obrigada pela visita.

Última vacina e primeira reuniao de pais.

Ontem decidimos esquecer a crise e fomos jantar fora.

A Florzinha adorou estar pela primeira vez sentada à mesa, a foto foi tirada com o telemóvel nao está muito boa, mas nao quis deixar de registar o momento. Portou-se lindamente, aliás como quase sempre.

Antes de avançar mais quero agradecer a todas que me deixaram comentários sobre como ultrapassar o calvário do jantar. Já tentei algumas das sugestoes que me deixaram, mas a moça nao atina com a sopa à noite, cerra a boca e nao entra ali uma agulha. Com os horários que me mandaram dos vossos bebés já fiquei com uma noçao das horas que devo dar o jantar e depois o leitinho. Agora é insistir todos os dias até ela se habituar, mas nao tá fácil.

Falei com a Bé (ama dela) e ficou decidido dar-lhe o iogurte às 16h00/16h30 com uma peça de fruta. Isto para vermos se ela aguenta até às 18h30 sem o tal leitinho, e, a essa hora tento dar-lhe a sopa.

Ontem nao resultou, apesar de se ter aguentado até às 19h30 sem comer, rejeitou a sopinha que lhe tentei dar. Como podem ver na foto, o leite bebeu-o quase todo, e ainda comeu um cadinho de pao e um cadinho de manga. Ela entende que nao come sopa à noite e nao há nada que a demova, mas àgua mole em pedra dura tanto dá até que fura e eu vou continuar a tentar. Entretanto e enquando ela for bebendo o leite já nao é mau.

Ontem tb pus em prática a minha tentativa para ela largar o vicio do biberon. Mudei-lhe a tetina de borracha que ela adora, para uma de silicone. Neste caso os resultados já foram um bocadinho melhores, adormeceu sem o biberon na boca... já considero um avanço, vamos ver se é para continuar ou se ela adopta a tetina de silicone.

Mas vamos ao dia de hoje, e hoje é dia da última vacina, falo da Prevenar pois claro. Hoje a minha nina vai levar a última, graças a Deus (por ela e pela minha carteira também). Depois no final da tarde tenho a primeira reuniao de pais no infantário ao qual pertence a Bé.... ihihih que lindo, vamos ver se a Florzinha se anda a portar bem a marota.

Mais uma vez um muito obrigado a quem se prestou a ajudar-me, nem que fosse só com umas palavras de apoio. Adoro os vossos comentários, um BEM HAJA!

O calvário da comida...


Amigas de todas as horas, preciso muito da vossa ajuda.

Estou com um problema com a Flor que me faz sentir a pior mae do mundo e pensar que ela merece melhor que eu.

Tou a ter muitos problemas em alimentá-la convenientemente. Ninguém diria pelas pernocas dela, mas a realidae é que eu nao consigo regrá-la.

Ela já devia estar a fazer duas sopas uma de carne e outra de peixe, mas eu nao consigo introduzir a da noite. Aiiiiiii que desespero!


O ritual dela até eu ir buscá-la à ama é muito bom e nos fins de semana é igual, mas a partir das 16h00 é a anarquia total:

08h30 - Chega à ama e come papa
12h00- Almoça (1 sopa e fruta)
16h00- Um iogurte com uma ou duas bolachas Maria trituradas.
16h45- Vou buscá-la
entre as 17h00 e as 18h30, depende dos dias, chora com fome, dou-lhe 125ml de leite, depois disso já nao quer comer mais nada. Às 21h00 (hora dela ir dormir) lá lhe meto um biberon com papa na boca e ela fica a mamar até adormecer, mas que ninguém lhe tire o biberon.

Parte da questao eu acho que se prende com o facto de a Flor ter adoptado um vicio que eu nao sei explicar como nem quando começou, foi derrepente e foi muito rápido e só me tem trazido problemas. É que a Flor nao gosta de chucha. Sei que muitas de vocês devem estar a pensar "que bom" , é o que toda a gente me diz quando toma conhecimento do facto. Mas se realmente é bom por um lado , por outro nem tanto.

Quer se queira quer nao a chucha acalma muito os bebés e o facto de a Flor nao querer chucha obriga-a a lidar sózinha e sem ajuda com certos sentimentos, como seja por exemplo o simples aborrecimento ou o medo.

Quantas de vocês já tiveram os vossos bebés a chorar e dá-se-lhe a chucha e ... param. Eu infelizmente nao possuo essa "arma secreta" para a rabujice e outros estados de espirito mais.

Na verdade eu acho que um bebé sem chucha é muito menos tranquilo que um bebé com chucha, mas para ser sincera isso até nem seria problema para mim, o facto dela exigir um pouco mais de mim nao me faz diferença. O problema é que ela adoptou o biberon em vez da chucha, entao às vezes faz do biberon a sua "tuta".

Meninas, eu nao sei explicar, acreditem, de um dia para o outro aconteceu isto, ela "zangou-se" com a chucha (sabe Deus porquê) e adoptou o biberon para os momentos de "maior carência". Graças a Deus que isto só aconteceu depois da fase das cólicas, é que a menina Flor quando está num "nivel de carência" muito elevado nao dispensa o "bibas" e agarra-se ao biberon mesmo vazio. Para dormir ela nao dispensa o leitinho/papa no biberon sobre o qual dorme bem agarradinha.

Já comprei todas as chuchas que possam imaginar. Nao há volta a dar. De inicio nao pensei que isto fosse um grande problema, mas eu penso que isso influi na alimentaçao dela. Se calhar aquele "bibas" que ela quer entre as 17h00 e as 18h30 pode ser apenas para "destressar". Acham que lhe devo dar o jantar a essa hora? nao será cedo demais?


Eu ando muito em baixo com esta história, nem tenho feeling para escrever nada, apenas vou passando nos vossos cantinhos e nessas passagens vejo a linda Beatriz com menos 1 semana de vida que a Flor e já a começar a comer sólidos... fico tao feliz por ela que está tao linda, mas confesso que me sinto a pior mae do mundo.

Preciso deseperadamente da vossa ajuda, apelo que por favor deixem as vossas sugestoes e se nao as tiverem falem-me do ritual da comidinha dos vossos principes e princesas aos 9 meses e meio. Ajudem-me a ultrapassar isto.

Do dia para a noite...


É assim que eu tenho de descrever a mudança da Florzinha.

(E como esta noite dormimos melhor, tou com o sentido de humor mais apuradito e vai de partilhar esta foto de Verao com vocês: a Flor na esplanada a beber uma "mini"... a maladreca gosta, isto com pouco mais de 6 meses vejam bem.)

Brincadeiras à parte, ontem ao inicío da tarde liguei para a ama a saber como estava a minha princesa, pois entao continuava murchita. Só tinha comido metade da sopa e nao estava muito animada.

Quando a fui buscar ao fim da tarde já havia novidades, a Flor tinha feito cocó. Pois uma coisa que eu me esqueci de dizer foi que a Flor fazia uns cocós muito pekeninos e rijos, mas como ela fazia pouco, mas fazia eu nao fui por aí. Parece que ontem à tarde foram três fraldas seguidas, aliás quatro...imagine-se!


Nas primeiras três eram grandes, compridoes e rijos (até fizeram sangue à miúda) depois na quarta fralda foi o normal mais molinho, mas era tanto que quase saía por fora da dita fralda, vai que a Bé (a ama da Flor) me diz "...eu nao sei como tanto cocó cabia numa barriga deste tamanho, nunca vi...". Ora bem, isto dito por uma pessoa que trata de crianças dos 0-3 anos à 18 anos é no minimo preocupante.


Cocós fora, foi ver a radical mudança da Flor, nem parecia a mesma bebé de umas horas antes. Fomos ao café, fomos para casa e a moçoila sempre feliz da vida. Minha rica menina, viu-se logo que estava mais aliviadinha. À noite brincámos imenso, ainda andei lá a vasculhar a boquinha dela à procura de ratitos mas nem vê-los, ela palrava, palrava, palrava (que sempre é bem melhor que gemer) até que por fim adormeceu... ela e eu.



Flor .... murcha!

Pois o verao já lá vai, mas aqui fica uma fotozinha da Flor, tirada à beira da piscina em Pedrogao em pleno mês de Agosto, pois entao.

Para recordar...kakakakaka.

Por falar em Flor, a minha anda murchita. Tá chata e rabuja que só visto. Nao sei o que se passa com a minha boneca, nao quer estar deitada, nao quer estar sentada, nao quer estar em casa, nao quer estar na rua, nao quer comer...acho que nem ela bem sabe o que quer. Atira tudo para o chao, já entende quando estou a ralhar com ela, depois faz-me aquele beiço e chora que nem uma desalmada....troca-me as voltas todas.

À noite geme, geme, geme, eu nao faço ideia do que se passará, sendo que nao tem febre nem nada. Esta noite foi outra noite sem dormir. Tou até sem forças para escrever. Mas para nao estar tanto tempo sem dizer nada, vim aqui só mandar beijos e agradecer os comentários que me têm deixado (hhummm tao bom, sabem taaao bem).

Se tiverem alguma ideia do que se passa com a minha Flor que anda tao murcha, nao se acanhem... digam-me. Aceitam-se conselhos e sugestoes.



Os 9 meses da Flor!!!

Ora aí está o que é!!!! 9 meses já lá vao (desde dia 24, ando um bocado atrasada, mas nada como partilhar as conquistas da minha Flor).

  • Escusado será dizer que está cada dia maaaiiiisss linda. (adiante)
  • Já bate palminhas quando lhe pedimos. (com perfeiçao e precisao)
  • No dia 11 calçou os seus primeiros sapatinhos a sério. (primeira coisa que fez, foi mete-los na boca e lambê-los... enfim...).
  • Já diz papá (ordinarona e ingrata...mas eu amo-te na mesma)
  • Já se aguenta sentada sozinha, já agarra em dois brinquedos (ou mais) um em cada mao ao mesmo tempo e já se agarra às grades da cama a fazer força para se levantar (tenho de pôr o colchao no nível mais a baixo senao qualquer dia é trambolhao certo).
  • Já gatinha, mas só para trás. (vá-se lá perceber, pior é ela nao tem retrovisores e vai na volta enfia-se debaixo da cama... pois)
  • Dentinhos nem vê-los (onde andam os ratinhos filha?), mas tem um sorriso Liiiiiiinnndoooo.
  • Adora crianças e parte-se a rir com qualquer baixinho(a) que se meta com ela.
  • já faz "bbrrrrrrrrrrr....." (graças a Deus ainda nao descobriu o efeito que isso pode fazer com a sopa na boca.)
  • Vai tudo à boca, sem excepçao. (TUDO o que apanha....boca)
  • É fascinada por luzes, eu diria mesmo loucura total. Acende-se uma luz e é uma festa. Fica que tempos a contemplar os candeeiros acesos (tou para ver quando tivermos a nossa árvore de natal... uiiii).
  • Odeia vestir muita roupa e destapa-se toda à noite (ai, ai, ai)
E pronto, assim de repente axo que está tudo. Sao os nove meses da minha fofuxa, da luz do meu dia, da estrela da minha noite, do ar que eu respiro e por quem eu suspiro.

Recomeço!!!



Depois de apelar à proximidade, heis que senao... desaproximei-me, mas foi sem intençao.

A moral nao era muita para escrever, e o que senti e passei nos últimos meses nao fazia sentido fazer parte deste cantinho que pertence à Flor.


Mas tenho novidades que quero partilhar. Vou recomeçar!!

Encontrei uma casinha, que posso pagar, só para mim e para a minha princesa. É verdade, temos um quarto para cada uma, uma casa de banho enorme, uma sala pekenita mas dá para o gasto e enfim, a partir de agora vai ser o nosso cantinho. As mudanças estao a dar cabo de mim, mas pouco a pouco cada divisao vai ficando arranjada.


A separaçao, doí, moí, custa e corrói, mas é altura de virar a página. Era inevitável. Agora é pedir a Deus que me acompanhe nesta viagem que é a vida, me ajude a ultrapassar as dificuldades e virar-me para os amigos, para os bons amigos que tanto apoio me têm dado. Apesar de todo mal e sofrimento que me fez passar o papá da minha também me ajudou muito nesta mudança, financeiramente foi um back-up importante, e estamos a tentar manter a amizade.



Proximidade


Este lindo miminho foi-me dado pelos queridos Carina&Pedro aos quais eu muito agradeço porque é LINDO e vou eu agora oferecê-lo com muita amizade à:
-Drikinhas por ser quem é e como é, és linda e tens muita força!
- Moranguinha porque tem um belo feijao e estamos msn ligadas.
- Sofia, Pedro e Joana porque sao um exemplo.
-Lipa porque está cá para ficar, ajudar e ensinar (ponderar para conquistar).
- Sílvia e à sua Maria de 2 mesesinhos.
- Sónia porque tem bom gosto sendo que as nossas filhas vestem igual e também pq ela tem uma máquina fotográfica mariconça.
- Aninha querida porque é uma lutadora e pelo seu Vasquinho que é LINDO!
- Maria José porque foi abençoada pelo milagre da Túnisia 3 dias depois de mim, apesar do meu milagre ser de Palmela.
- Carina&Pedro porque nao posso deixar de vos retribuir o mimo mais mimoso que recebi.
Porque vocês sao pessoas com quem eu tenho e quero ter Proximidade. Um beijo.

6 meses e a Flor já quer VOAR...


Para a minha bebé peço desculpa por a mama nao andar a contar as novidades para um dia tu leres, para vocês as minhas amigas que me visitam o mesmo. Mas eu ando completamente no desgaste, o trabalho nao dá muita folga e a Net em casa está off até ao final do mês (que por acaso é hoje).

Mas vamos lá entao que há coisas que merecem ser compartilhadas. Uma delas foi que no dia 24 a Flor fez os seus seis mesinhos (tás grande filha, vai devagar para eu acompanhar). Era dia de vacinas no Centro de Saúde e eu pensei, "bem fico com ela durante o dia no trabalho (patrao já foi de férias), saímos mais cedo e vamos às vacinas dos 6 meses e passamos o dia juntas.

Mas a minha linda que é uma risonha, passou o dia tao bem disposta que eu olhei para ela e disse "náááááá minha linda, hoje fazes meio ano nao te vou fazer sofrer com as picas, vamos antes para a semana", nao queria eu estragar o dia da princesa.

Passou-se o dia e ela aqui lindamente. Comia, dormia, palrava e nem népias de birras, para a mama poder trabalhar. O pior era quando eu atendia o telefone ela pensava que eu estava a falar para ela (claro, nao via mais ninguém) e fartava-se de palrar, a ideia de ninguém saber que ela estava aqui foi totalmente por água abaixo.

Já estavamos a prepararnos para ir embora, heis que me faz uma fita daquelas que nao queria ir para dentro do ovo que estava em cima da secretária, por fim lá a enfiei no "buraco" e ela sossegou. Toca o telemóvel eu viro costas e vou atender. Passados uns 3 minutos oiço um barulho, olho para trás estava a Flor estendida no chao a começar a chorar compulsivamente. Eu quando vi a cena o meu coraçao parou, literalmente eu perdi a respiraçao. Larguei tudo à velocidade de um nano segundo, peguei nela com cuidado e tentei consolá-la à medida que ia tentando ver no seu corpinho e cabeça se se passava alguma coisa. Nesta altura já o meu coraçao batia a mil à hora. Ela gritava com toda a força que tinha, até que passados 10 minutos estava apenas sensivel, assim como que a ameaçar chorar fosse pelo que fosse. Liguei para a linha Saúde 24 e falei com uma enfermeira, que depois de um questionário que fazia crer que ela estava bem, me aconselhou de todas as formas a ir de imediato ao HSB fazer exames. Mandou para lá um fax e quando cheguei fomos logo atendidas.

Nao havia indicios de ela ter batido com a cabecinha no chao, exames feitos deram-lhe alta e um aviso "os ovos por muito fundos que sejam devem estar SEMPRE no chao, e a criança NUNCA sem cintos (mesmo no chao)". Fomos para casa atentas a qualquer sinal de vómitos e/ou sonolência anormal.

Eu sei foi culpa minha, muita irresponsabilidade da minha parte. Estava habituada à Flor que quase nao se mexia e sinceramente nunca me passou pela cabeça que ela tivesse já força sufeciente para se conseguir desencostar do ovo porque este é muito profundo (é o Creatis-Fix da BebéConfort). Mas ela conseguiu, eu nao vi como, mas ela conseguiu, e, o sistema de baloiço do ovo deve ter feito o resto atirando-a para o chao.


Nao levei eu a moçoila às vacinas para ela nao sofrer e foi pior a emenda que o soneto. Assim, no dia que ela fez seis meses, precisamente à hora que nasceu 18h06, lá estávamos nós no Hospital que a viu nascer. Desta vez por profunda estupidez da mae dela. Enfim, serviu-me de liçao, nao houve danos causados, considero-o um aviso de Deus e agora, cintos de segurança SEMPRE em todo o lado, a toda a hora, em qualquer lugar. Podia ter ficado sem a minha pikena, é uma realidade dura de enfrentar. À noite fomos jantar as duas à casa dos padrinhos para marcar a data de uma forma positiva e tive direito a champagne e tudo.

Agora falando nas conquistas dela aos seis meses (além da tentativa de voar):


-Já enfia os pés na boca (assim como tudo o que lhe vai às maos).


- Já diz olá (mas nao faz ideia do que está a dizer, mas é o máximo, diz mesmo olá)


- Já bebe o biberon sózinha (desde que tenha as pegas de lado)


- Já rebola e como adora rebolar-se


- Já começa a esticar os bracinhos para pedir colo


- Já quer mexer em TUDO.


- Já vai começar a comer sopinha (vamos lá ver como vai ser, está habituada ao doce da papa)


- Nao sei o que aconteceu entre ela e a amiga chucha, pois ela agora nao quer nada de chucha, viciou-se no biberon (tenho ali um problema grave à noite), nao faço ideia como isto se passou. Odeia a chucha, ama o biberon.


- Já dá gargalhadas (de partir o côco a rir)


- Já estranha as pessoas que nao conhece, na rua tudo bem mas se forem lá a casa é choro certo (nao é moça de receber visitas, tá visto).


- Já se reconhece ao espelho e adora-se.


E assim que me lembre de repente axo que é só.


Ontem fomos à pediatra, tá com óptimo desenvolvimento. Vai iniciar a sopinha, daqui a uma semana a carninha magra na sopa e a fruta crua triturada (maça, pêra e banana) de sobremesa e ao 8 meses inicia os iogurtes naturais. As papas já podem ser com glutén.


Aviso todas as mamas cujos os seus pimpolhos ainda nao tenham seis meses, que nesta data dá-se uma mistura de alegria e ...nao direi tristeza, mas dá uma nostálgia brutal. Meio aninho já tem a minha princesa. Meio ano de ti meu amor.



Makemebabies


Make Babies with friends and celebs!


Kakakakakakakkakaka, este foi o meu resultado! É que tem TUDO a ver, o ela ser loirinha entao, tá demais.

Amigas, a minha amiga Drikinhas descobriu o site MAKEMEBABIES é fartar de rir. Eu nao faço ideias de ter mais nenhum filho, mas de qualquer forma experimentei com a foto do pai da Flor e voilá, aqui está a que poderia ter sido a Leonor mana da Flor (kakakakakakakakakak).

Experimentem, vejam como serao os vossos próximos rebentos (kakakakak...já me doi a barriga).

Obrigada Drikinhas

Oh, mas nao se esqueçam de partilhar os vossos... se experimentarem, por favor venham contar-me como foi.

Conceito de MILAGRE



Esta eu tenho de partilhar com voçês (com a devida autorizaçao da mama Célia, foto inclusive).

Como sabem tenho uma graaaaande, senao a melhor, amiga que é a Célia que tem uma pequenina Nádia de 6 aninhos.
A Nádia é uma menina LINDA, super normal para a idade dela, mas de vez enquando tem com cada "tiragem" que nos parte a rir (mas aquele rir de quase saltr os dentes). Olhem esta:

A Nádia estava no quarto a fazer um desenho (ela adora pintar e desenhar), a mae entra e pergunta "o que estás a desenhar?", ela mostra o desenho e diz " é um presépio: é a Maria, o menino Jesus e o José, mas o José nao é o pai dele sabes? é assim... uma espécie de babbysitter, porque o pai dele é Deus", passado uns segundos vira-se para a mae e pergunta: "mas ou mae se ele nao é o pai e ela é mulher dele como é que ela ficou grávida?" a Célia explicou: " ó filha foi aquilo a que se chama um milagre", e pergunta logo ela:" O que é um milagre?" e a mae tenta explicar dando um exemplo: "filha, um milagre é uma coisa que acontece como um a magia, que Deus faz às pessoas, por exemplo um cego derrepente passa a ver, isso é um milagre, entendes?", ao que ela responde "sim, sim, mae, assim como te aconteceu a ti". A Célia confusa disse-lhe, "mas ó Nádia a mae nao era cega, Deus nao pôs a mae a ver", " ok, mas deu-te o dinheirinho certinho para ires comprar os óculos". (a mae tinha comprado uns óculos à uns tempos).

Agora digam-me que esta míuda nao merece um prémio.

Cerazette



Na semana passada fui a uma consulta com o meu médico de família porque andava muito nervosa, deprimida, triste e até um pouco agressiva com as pessoas. Eu já tinha falado com ele, mas nao consegui dar a volta à questao e desta vez ele decidiu receitar-me um tratamento para melhorar este meu estado. A Flor ainda estava a beber da mamoca uma vez por noite, mas assim acabou-se a mamoca temporáriamente, talvez.
Sim, podem criticar-me à vontade quem tenha desejo de o fazer, mas o médico concordou comigo que a minha filha precisa muito mais da mae em pleno estado pacifico e alegre, do que de leite materno e uma mae deprimida. Eu quero aproveitar todos os lindos momentos da minha filha e se nao consigo dar a volta à questao sózinha entao venha de lá o tratamento.
Já lá vai uma semana e eu continuo a ter leitinho, quem sabe nao seja preciso fazer o tratamento muito tempo e a Florzinha volte à mamoca. Nao pensem que foi uma decisao fácil porque dar de mamar é uma ligaçao muito forte que se cria com o nosso bebé, foi duro.
Mas o que eu gostava de partilhar com voçês é que o médico nao me alterou a pílula, ao contrário do que eu esperava, na verdade há uma GRANDE mito que quando deixamos de dar de mamar a pílula Cerazzete deixa de fazer efeito, mas segundo o que o médico me informou, isso nao é de TODO verdade.
A Cerazette é uma pílula utilizada inclusivamente por senhoras que nunca estiveram grávidas, a única diferença é que esta pílula tem de ser SEMPRE tomada sem interrupçoes sendo que é uma pílula sem estrógénios, mas a eficácia é a mesma das outras. Em tempos (se calhar nao muito distantes) havia uma pílula que, essa sim, deixava de fazer efeito assim que se deixasse de dar de mamar e às vezes até quando se diminuia as mamadas, inclusive era uma pilula que se tinha de tomar RELIGIOSAMENTE sempre à mesma hora (era um perigo essa menina).
Achei que devia compartilhar isto com voçês, a informaçao nunca é demais mas convêm sempre falar com o vosso médico/a. Se os vossos vos derem informaçao diferente desta por favor partilhem comigo.
Já se inscreveram no enconto de Domigo???????

5 meses de Flor...

Ontem a minha piolhinha fez CINCO meses! Como o tempo passa, entre alegrias e tristezas (nao provocadas por ela) ela segue cada dia mais linda.

Conquistas:
- Já se mete firme de pé durante bastante tempo apenas apoiada por um braço (mas dps ainda se vai abixo das canetas)
- Já quase rebola deitada (agora todos os cuidadinhos começam a ser poucos)
- Já junta vogais e consoantes ("cadé, cadé, cadé")
- Já dá gargalhadas (mas só o pai é que lhe consegue sacar as gargalhadas, pois, até parece que ele merece...mais uma injustiça da vida)
- Já segura o biberon (desde que nao esteja muito pesado)
- Já come os boioes de fruta para os 4 meses (mas só os de fruta, porque os de carne e legumes está a ser uma guerra, mas come, a muito custo mas come)
- Tem muita dificuldade com a colher, mas vai melhorando (nao se entende com aquilo, a maminha era mais fácil nao era bebé)

Adora:
- Passear (desde que nao lhe falte àgua e alimento, na rua é que ela anda bem)
- Rir-se (faz as delicias de toda a gente, em qualquer lugar em qualquer altura)
- Palrar (e palra, palra, palra....onde é que se desliga?)
- Tirar a chucha para a mama a ter de pôr outra vez na boca (começou por ser uma dificuldade real, agora já é mais para a brincadeira)
- Tomar banho (adoooorraaaa desde sempre)
- Colinho (mas nao pode ser tanto filha!!!)
- Fazer cocó numa fralda limpinha acabadinha de mudar (Claro, pois entao!!!ia lá agora fazer cocó numa fralda já mijada)
- A cama dela (estranha tudo o que nao seja a caminha dela)
- Dar gritinhos (às vezes apanho cada susto, aguenta coraçao)
- Água (é como a mama, nao queremos cá celulites malvadas)

Detesta:
- As vacinas (e podemos criticá-la?)
- Pápa (definitivamente nao vai à bola com aquilo, vou experimentar dar-lhe pelo biberon próprio de papa)
- Estar deitada (sentadinha é que é. mas o pior é que ela ainda nao se aguenta sózinha)
- Estar sózinha (companhia acima de tudo)
- Que a tape ou a vista com muita roupa (parece que é alégica)
- Sapatos (nada como os pézinhos ao léu)

DECIDI...

Decidi nao deixar de escrever no meu blog, apenas lhe mudei a cor porque nao me sinto muito cor de rosa (este às bolinhas tb é giro). Quero continuar a partilhar e registar os momentos da minha Flor.

Decidi ir ao ENCONTRO porque quero ter tempo de qualidade com a minha linda menina e, assim como assim, já vi que nem todas as mamas levam os papás e nao me vou sentir deslocada, por isso vou-me já inscrever agora.

Aproveito para partilhar que a minha princesa onteontem presenteou-me com as suas novas palavras: "cadé, cadé, cadé" (que orgulho!!!!)

Encontro de mamas, papás e bebés blogueiros!

No próximo dia 06 de Julho a Mama Lipa está a organizar um encontro-piquenique para as mamas, papás e bebés blogueiros.

Acho a ideia fantástica, fiquei cheia de vontade de levar a Florzinha mas nao sei se estou com espirito de enfrentar as familias sem já ter a minha. Só me apetece chorar porque a Florzinha merece ir, mas conseguem me entender? (pronto lá vêm as malvadas lágrimas).

Eu adorei a ideia e acho que quem possa deverá participar. Espero que seja um tremendo sucesso. É uma belissima forma de passar uma tarde de Domingo.

Informem-se no blog da Mama Lipa, vá nao percam tempo, toca a increverem-se mamas, papás, bebés, toca a conhecerem-se.

Proteger fotos (MUITO IMPORTANTE)


CONSEGUIIIIII!!!
Nao posso deixar de partilhar isto que aprendi hoje no BabyBoom: proteger as fotos dos nossos mais que tudo através de um género de "carimbo".
É simples, o programa chama-se PhotoScape, eu fiz uma pesquisa pelo nome no Google e através do site "baixaqui" fiz o download gratuito do dito, depois foi só andar lá a mexer até conseguir este resultado.
Fantástico nao é?
Há blogs que têm sistemas de segurança, às fotos mais avançados, que nem sequer permitem cópias, mas sinceramente nao sei como isso se faz. De todas as formas assim com este já torna inviável a utilizaçao das nossas fotos por pessoas "meio" doentes.
Devido aos ultimos acontecimentos de uma tal "Constança", sei que há muitas mamas que agora privatizaram os seus blogues, aconselho-vos a ler o post do BabyBoom, era importante que estes nossos cantinhos nao acabassem.
Axo que parte de cada uma de nós, aprender (E DIVULGAR) para tornar estes espaços mais seguros para todas, e assim podermos fazer parte de uma forma saudável das alegrias (e tristezas) que gostamos de partilhar.
Eu nao sei se vou voltar a escrever no meu blog, mas gosto muito de ler os vossos, por isso aqui fica o meu contributo para que se possam proteger.
Um beijinho a todas as que me têm dado força, as mensagens tem sido muito importantes para mim, têm me dado realmente força para nao voltar atrás na minha decisao.
Ninguém está livre de lhes acontecer algo terrível na vida, e às vezes chega-nos um bem tremendo de pessoas que nem conhecemos que acabam por conseguir fazer a diferença, às vezes apenas com palavras. Por isso vos digo que é importante proteger estes espaços e nao acabar com eles.

O dia que eu soube que a minha vida ia mudar...

Faz hoje um ano, ah pois faz!!!!

Faz hoje um ano que tive a confirmaçao de estar gravidissima, mas nao foi fácil conseguir essa dita confirmaçao, primeiro porque nao foi uma gravidez planeada (mas foi muito desejada) e dps porque nada batia certo.

Comecei por um atraso no “Mr.Red”(como lhe chama inteligentemente a Drikinhas), mas passado uma semana tive uma perda de “Mr.Red” (até pensei que fosse o dito) mas afinal nao passou disso mesmo, uma perda. Depois disso nem sinal do malandreco.
A partir daí comecei com sintomas que se assemelhavam muito aos sintomas do “Mr.Red”: peito inchado, cansaço. Mas depois começaram a acontecer coisas "muito estranhas": doía-me o peito (imeeeenso), sangrava das gengivas, caía-me muito cabelo, e tinha um olfacto muito apurado (apurado até demais).
Ao falar com algumas amigas elas apontavam logo como uma possível gravidez, eu nao queria crer nessa hipótese, mas já nao podia mais e decidi comprar um teste para fazer em casa. Pois entao o dito teste deu NEGATIVO. Fiquei num misto de contente e triste ao mesmo tempo, mas agora eu pensava:”mas que raio tenho eu????” e nao vou de modos, toca a ir ao Centro de Saúde às urgências porque já nao aguentava muito mais daquilo.
A médica foi muito franca e disse logo de caras que isso eram tudo sintomas de grávida. Falei-lhe no teste caseiro e ela estranhou o facto, e, para tirar teimas mandou-me ir fazer a análise do Beta-HCG.
No dia seguinte (faz hoje um ano)lá fui eu bem cedinho para o laboratório tirar sangue. Como a médica tinha pedido urgencia, podia levantar o resultado à tarde. Eu estava nervosissima, de tal forma nervosa que à hora de almoço fui pôr gasóleo no carro e acabei por pôr, imagine-se, gasolina. (OOOHHHH VALHA-ME DEUS). E vá-lá que eu dei conta antes de encher totalmente o depósito e advinhem como... PELO CHEIRO.

Naquela altura caiu-me tudo ao chao. Eu nem queria acreditar. Chamei o Pratas para me vir auxiliar, mas foi pior a emenda que o soneto. Chegou lá fartou-se de gritar comigo e foi quando disse a celebre frase que nunca mais esquecemos “mas onde é que andas com a cabeça C......” (onde seria?).
Mais valia ter tratado de tudo sozinha, nao era assim tao grave porque nao tinha posto o veículo a trabalhar e eu tb sei chamar o reboque.

Duas horas depois já o assunto estava resolvido e nós mais calmos seguimos os nossos caminhos. Eu nao parava de telefonar para o laboratório a saber se já estava, até que... já estava. Saí do trabalho e lá fui eu o mais depressa que consegui.
As enfermeiras entregaram-me o envelope e eu sai porta fora a abri-lo, mas nao é que eu nao entendi nada por causa das virgulas nos valores?! AAAIIII, fiquei piuuuuurça!!

Voltei lá a fim de me darem uma ajudinha, pois nao é que se negaram a fazê-lo? Disseram (de forma extremamente mal educada) que nao tinham nada de me ajudar se eu quisesse saber tinha de ir à médica. Pareciam elas que se tratava de um exame de alguma doença maligna ou coisa do género. A médica até me tinha dito que podiam dar o resultado por telefone, ora eu nao estava a entender aquele filme.
Saí de lá com uma frustraçao em cima que ninguém imagina, até chorei. Afinal aquilo era uma análise só para saber se estava grávida. Parecia impossivel.
Liguei p o Centro de Saúde mas nao tava lá a médica e disseram-me que “tinha de ser aquela”, eu já nao sabia o que fazer.

Cheguei ao trabalho e lembrei-me de uma farmácia onde sao sempre muito simpáticos, liguei para lá expliquei a situaçao que os deixou extremamente revoltados e pedi se mandando o resultado da análise por fax eles me podiam ajudar. Foram impecáveis, fizeram-me esse grande favor e confirmaram-me que SSIIIIIMMMM, estava com 2 semaninhas de gestaçao. (Há muita gente ESTÚPIDA, mas felizmente tb há os que gostam de ajudar).

E assim fiquei a saber que a minha vida nunca mais seria igual.

A preparar-nos para o Verao



Ora aí está o que é!!!!

Dia da criança - 1 de Junho

É claro que com uma criança o Dia Mundial da Criança tem outro sabor. No fundo é o segundo ano que passo com a minha Florzinha, só que no ano passado eu estava a quatro dias de descobrir que a tinha na minha barriguinha, portanto este ano é que conta. Eu e o papá da Flor tratámos de lhe dar um dia diferente apesar de ela ser pequenina.

Comprámos uma moldura que dá para pôr as fotos da Flor todos os meses até fazer uma ano, e de lado tem um molde para o pé dela (eu e o papá achamos por bem fazer do pé e da mao), assim tratámos de fazer o molde...

E o resultado foi este (ainda sem as fotos).





Ainda lhe oferecemos estes sapatinhos:



E a reacçao foi esta:



À tarde levámos a nena a dar uma voltinha. Fomos a um parque de diversoes para os meninos mais crescidos, mas mesmo assim a Flor ainda ganhou um balaozinho, que nao durou muito pois o cordel estava mal atado e 5 minutos depois o balao "fugiu" (foi-se o balao ficou o cordel atado ao carrinho).
Eu e o papá ainda fomos comer um gelado e depois fomos para casa comer caracois.
Na hora dos caracois a Flor já estava birrenta. Lutava com todas as forças para nao adormecer, mas claro, adivinhem quem ganhou?!
E assim foi o primeiro dia da criança do minha ninita. Eu gostei muito!

Visitas (inesperadas)ao trabalho da mae...

Que surpresa tao boa!!!

Hoje deixei a minha pikena com a "tia" Cristina, que é a esposa do meu chefe que vive mesmo aqui ao pé. Como às sextas sai-o às 14h00, trago a pipoquinha para a casa da tia Cristina que ela adora e escuso de fazer tantos km para a levar à minha maezinha.
Mas hoje a tia Cristina teve de ir ao banco (dia de pagamento, pois entao!!) e pediu-me para deixar aqui a Florzinha um instante.
AMMEEEIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!! (nao tava nada à espera)
KABOooooooM!! A princesa assim que me viu abriu logo a "cremalheira" a rir-se toda e ficámos aqui as duas a curtir. Heis senao quando... aparece o papá com os titios Viana (Binu) e Esteves.



Oram digam lá se nao foi uma maravilha receber tantas visitas.

A Flor adorou andar no colo dos tios, pois claro, eles têm uma altura enorme, e ela claro adorou andar a esvoaçar acima do metro e meio usual da mae.
E qual era a menina que nao gostava de ter e andar no colo de dois titios que até sao uns gatos. Ahh pois filhoca!!!












Os tios têm muito jeito, mas "cortam-se" logo quando a pikena começa a dar sinal de choro... é ver quem foge mais depressa.

Pois é Vianinha e Esteves, nada que uma tarde com ela e mudar umas fraldocas nao resolva. Mas o saldo final é positivo, estao os dois passados no teste, vao dar uns bons papás.

Claro que o tio Viana tinha de fazer das suas... ó tio Viana, a nina nao gosta de Ray Bans, fica escuro.

Apelo ...

Este é um apelo que eu vi no blog da Mama Peixinha e aqui o transcrevo:


"Desde que entrei para a blogosfera que leio coisas boas, outras menos boas, e outras que me chocam ao ponto de me arrepender de as ter lido...
Creio que este mundo é mesmo assim, dá-nos emoções, alegrias e tristezas quando nos mostra que existem realidades cruéis das quais nos esquecemos constantemente...
Há pouco tempo travei contacto com uma delas, e é sobre isso que vos quero falar e é sobre isso que incide este meu apelo.

A Aninha é uma pré-mamã como tantas outras que me lêem: chegou ao meu blog, leu e comentou.
Eu, como é hábito, fui ao blog dela, agradeci, li e comentei.
O habitual laço criou-se.

O blog da Aninha transpira amor, amor pela pequena Lectícia, ainda confortavelmente instalada na barriga da sua mamã e amor pelo Tiago, pai da Lectícia e seu companheiro.
Porém, nesta fase, que deveria ser a mais bela das suas vidas, começou um pesadelo para ambos.
Há uns meses atrás, foi diagnosticado um tumor cerebral ao Tiago.
O tumor é benigno, mas tem de ser removido, pois está a fazer pressão no cérebro, o que lhe provoca alguns sintomas incómodos e desagradáveis. Segundo descreve o próprio Tiago: "está situado numa zona nem de muito bom acesso, nem de impossivel acesso", por isso não há garantias que ele ficará sem lesões.O Tiago parte dia 30 para Londres para fazer exames e ser operado.
A Aninha fica cá. Sozinha, grávida e cheia de receios...

Eu já acompanhei fases más de muitas de vós, assim como vocês acompanharam há bem pouco tempo uma minha.
Por saber o poder que todas temos em dar apoio umas às outras nestas alturas, é que decidi (com o consentimento da Aninha e do Tiago, claro) usar este blog para criar uma corrente que lhes dê algum apoio.
Qualquer palavra de carinho e solidariedade é bem-vinda. Neste momento precisam os dois de sentir conforto, venha ele de onde vier...
As regras são simples: contem a história nos vossos blogs, publiquem e divulguem esta imagem e os endereços dos blogs da Aninha e do Tiago.
Depois passem pelos blogs deles e deixem a vossa mensagem, um beijinho, um olá, qualquer coisa...
Sei que posso contar convosco, por isso, obrigado pela vossa colaboração.
BEIJINHO GD!"

Blog da Aninha:
http://my-sweet-angel.blogs.sapo.pt/
Blog do Tiago: http://t-i-a-g-o.blogspot.com/

4 meses... ai como o tempo passa






Ai como o tempo passa filhoca, e já lá vao 4 mesitos. Os melhores da minha vida pois entao!!!

Desde que te vi que encontrei uma razao para viver, que o meu coraçao descobriu o que é amar incondicionalmente, e que, o mundo tem mais cores.



Fico nostalgica quando te vejo crescer tao depressa, sinto que nao acompanho tudo como gostaria. Muitas roupinhas (tantas) que te ficavam tao grandes, agora ficam tao pequeninas e eu só pergunto "ehh láááá, mas afinal o que é que se passa aqui". Tens sido uma filha de sonho, portas-te sempre lindamente, ou pelo menos quase.


Ainda ontem só bebias leitinho da mamoca, agora já vais começar a comer papinha. Para onde foi o tempo? e nao é que ele nao volta atrás (o sacanita).

Tenho dito aos outros bebés, mas nunca te disse a ti filha, BENVINDA minha linda. Tens agora o mundo a teus pés, podes fazer e ser o que e quem tu quiseres.

Todos os dias me presenteias com as tuas descobertas, as tuas conquistas e os teus sorrisos maravilhosos. És simples, és inocente, és pequenina mas enches a nossa casa, e, o meu mundo.

Os melhores 4 meses da minha vida pois entao!!
Quero mais, quero muuuuito mais!!