Proximidade


Este lindo miminho foi-me dado pelos queridos Carina&Pedro aos quais eu muito agradeço porque é LINDO e vou eu agora oferecê-lo com muita amizade à:
-Drikinhas por ser quem é e como é, és linda e tens muita força!
- Moranguinha porque tem um belo feijao e estamos msn ligadas.
- Sofia, Pedro e Joana porque sao um exemplo.
-Lipa porque está cá para ficar, ajudar e ensinar (ponderar para conquistar).
- Sílvia e à sua Maria de 2 mesesinhos.
- Sónia porque tem bom gosto sendo que as nossas filhas vestem igual e também pq ela tem uma máquina fotográfica mariconça.
- Aninha querida porque é uma lutadora e pelo seu Vasquinho que é LINDO!
- Maria José porque foi abençoada pelo milagre da Túnisia 3 dias depois de mim, apesar do meu milagre ser de Palmela.
- Carina&Pedro porque nao posso deixar de vos retribuir o mimo mais mimoso que recebi.
Porque vocês sao pessoas com quem eu tenho e quero ter Proximidade. Um beijo.

6 meses e a Flor já quer VOAR...


Para a minha bebé peço desculpa por a mama nao andar a contar as novidades para um dia tu leres, para vocês as minhas amigas que me visitam o mesmo. Mas eu ando completamente no desgaste, o trabalho nao dá muita folga e a Net em casa está off até ao final do mês (que por acaso é hoje).

Mas vamos lá entao que há coisas que merecem ser compartilhadas. Uma delas foi que no dia 24 a Flor fez os seus seis mesinhos (tás grande filha, vai devagar para eu acompanhar). Era dia de vacinas no Centro de Saúde e eu pensei, "bem fico com ela durante o dia no trabalho (patrao já foi de férias), saímos mais cedo e vamos às vacinas dos 6 meses e passamos o dia juntas.

Mas a minha linda que é uma risonha, passou o dia tao bem disposta que eu olhei para ela e disse "náááááá minha linda, hoje fazes meio ano nao te vou fazer sofrer com as picas, vamos antes para a semana", nao queria eu estragar o dia da princesa.

Passou-se o dia e ela aqui lindamente. Comia, dormia, palrava e nem népias de birras, para a mama poder trabalhar. O pior era quando eu atendia o telefone ela pensava que eu estava a falar para ela (claro, nao via mais ninguém) e fartava-se de palrar, a ideia de ninguém saber que ela estava aqui foi totalmente por água abaixo.

Já estavamos a prepararnos para ir embora, heis que me faz uma fita daquelas que nao queria ir para dentro do ovo que estava em cima da secretária, por fim lá a enfiei no "buraco" e ela sossegou. Toca o telemóvel eu viro costas e vou atender. Passados uns 3 minutos oiço um barulho, olho para trás estava a Flor estendida no chao a começar a chorar compulsivamente. Eu quando vi a cena o meu coraçao parou, literalmente eu perdi a respiraçao. Larguei tudo à velocidade de um nano segundo, peguei nela com cuidado e tentei consolá-la à medida que ia tentando ver no seu corpinho e cabeça se se passava alguma coisa. Nesta altura já o meu coraçao batia a mil à hora. Ela gritava com toda a força que tinha, até que passados 10 minutos estava apenas sensivel, assim como que a ameaçar chorar fosse pelo que fosse. Liguei para a linha Saúde 24 e falei com uma enfermeira, que depois de um questionário que fazia crer que ela estava bem, me aconselhou de todas as formas a ir de imediato ao HSB fazer exames. Mandou para lá um fax e quando cheguei fomos logo atendidas.

Nao havia indicios de ela ter batido com a cabecinha no chao, exames feitos deram-lhe alta e um aviso "os ovos por muito fundos que sejam devem estar SEMPRE no chao, e a criança NUNCA sem cintos (mesmo no chao)". Fomos para casa atentas a qualquer sinal de vómitos e/ou sonolência anormal.

Eu sei foi culpa minha, muita irresponsabilidade da minha parte. Estava habituada à Flor que quase nao se mexia e sinceramente nunca me passou pela cabeça que ela tivesse já força sufeciente para se conseguir desencostar do ovo porque este é muito profundo (é o Creatis-Fix da BebéConfort). Mas ela conseguiu, eu nao vi como, mas ela conseguiu, e, o sistema de baloiço do ovo deve ter feito o resto atirando-a para o chao.


Nao levei eu a moçoila às vacinas para ela nao sofrer e foi pior a emenda que o soneto. Assim, no dia que ela fez seis meses, precisamente à hora que nasceu 18h06, lá estávamos nós no Hospital que a viu nascer. Desta vez por profunda estupidez da mae dela. Enfim, serviu-me de liçao, nao houve danos causados, considero-o um aviso de Deus e agora, cintos de segurança SEMPRE em todo o lado, a toda a hora, em qualquer lugar. Podia ter ficado sem a minha pikena, é uma realidade dura de enfrentar. À noite fomos jantar as duas à casa dos padrinhos para marcar a data de uma forma positiva e tive direito a champagne e tudo.

Agora falando nas conquistas dela aos seis meses (além da tentativa de voar):


-Já enfia os pés na boca (assim como tudo o que lhe vai às maos).


- Já diz olá (mas nao faz ideia do que está a dizer, mas é o máximo, diz mesmo olá)


- Já bebe o biberon sózinha (desde que tenha as pegas de lado)


- Já rebola e como adora rebolar-se


- Já começa a esticar os bracinhos para pedir colo


- Já quer mexer em TUDO.


- Já vai começar a comer sopinha (vamos lá ver como vai ser, está habituada ao doce da papa)


- Nao sei o que aconteceu entre ela e a amiga chucha, pois ela agora nao quer nada de chucha, viciou-se no biberon (tenho ali um problema grave à noite), nao faço ideia como isto se passou. Odeia a chucha, ama o biberon.


- Já dá gargalhadas (de partir o côco a rir)


- Já estranha as pessoas que nao conhece, na rua tudo bem mas se forem lá a casa é choro certo (nao é moça de receber visitas, tá visto).


- Já se reconhece ao espelho e adora-se.


E assim que me lembre de repente axo que é só.


Ontem fomos à pediatra, tá com óptimo desenvolvimento. Vai iniciar a sopinha, daqui a uma semana a carninha magra na sopa e a fruta crua triturada (maça, pêra e banana) de sobremesa e ao 8 meses inicia os iogurtes naturais. As papas já podem ser com glutén.


Aviso todas as mamas cujos os seus pimpolhos ainda nao tenham seis meses, que nesta data dá-se uma mistura de alegria e ...nao direi tristeza, mas dá uma nostálgia brutal. Meio aninho já tem a minha princesa. Meio ano de ti meu amor.



Makemebabies


Make Babies with friends and celebs!


Kakakakakakakkakaka, este foi o meu resultado! É que tem TUDO a ver, o ela ser loirinha entao, tá demais.

Amigas, a minha amiga Drikinhas descobriu o site MAKEMEBABIES é fartar de rir. Eu nao faço ideias de ter mais nenhum filho, mas de qualquer forma experimentei com a foto do pai da Flor e voilá, aqui está a que poderia ter sido a Leonor mana da Flor (kakakakakakakakakak).

Experimentem, vejam como serao os vossos próximos rebentos (kakakakak...já me doi a barriga).

Obrigada Drikinhas

Oh, mas nao se esqueçam de partilhar os vossos... se experimentarem, por favor venham contar-me como foi.

Conceito de MILAGRE



Esta eu tenho de partilhar com voçês (com a devida autorizaçao da mama Célia, foto inclusive).

Como sabem tenho uma graaaaande, senao a melhor, amiga que é a Célia que tem uma pequenina Nádia de 6 aninhos.
A Nádia é uma menina LINDA, super normal para a idade dela, mas de vez enquando tem com cada "tiragem" que nos parte a rir (mas aquele rir de quase saltr os dentes). Olhem esta:

A Nádia estava no quarto a fazer um desenho (ela adora pintar e desenhar), a mae entra e pergunta "o que estás a desenhar?", ela mostra o desenho e diz " é um presépio: é a Maria, o menino Jesus e o José, mas o José nao é o pai dele sabes? é assim... uma espécie de babbysitter, porque o pai dele é Deus", passado uns segundos vira-se para a mae e pergunta: "mas ou mae se ele nao é o pai e ela é mulher dele como é que ela ficou grávida?" a Célia explicou: " ó filha foi aquilo a que se chama um milagre", e pergunta logo ela:" O que é um milagre?" e a mae tenta explicar dando um exemplo: "filha, um milagre é uma coisa que acontece como um a magia, que Deus faz às pessoas, por exemplo um cego derrepente passa a ver, isso é um milagre, entendes?", ao que ela responde "sim, sim, mae, assim como te aconteceu a ti". A Célia confusa disse-lhe, "mas ó Nádia a mae nao era cega, Deus nao pôs a mae a ver", " ok, mas deu-te o dinheirinho certinho para ires comprar os óculos". (a mae tinha comprado uns óculos à uns tempos).

Agora digam-me que esta míuda nao merece um prémio.