Progressos... assim assim.

Nao podia deixar de cá vir desejar-vos a todas um bom fim de semana prolongado!


Aproveito para partilhar com vocês que ontem fui jantar com a Flor e o pai da Flor ao Forúm. Como sabem ando a tentar introduzir a sopa à noite à Flor, nao tem sido fácil mas nestes ultimos dias já consegui que ela comesse qualquer coisa, mil e quinhentos truques depois já vai entrando qualquer coisa. Li os vossos conselhos (que muuuito agradeço) e decidi fazer assim; à tarde em vez de lhe dar só o iogurte, a Bé junta 2 peças de fruta e assim ela já vai aguentando até às 19h00/19h30 sem comer mais nada. A essa hora dou-lhe a sopa e a fruta. Ela nao come muito, mas come qualquer coisa e aos poucos e poucos já se vai habituando aquela rotina. Depois bebe o leitinho às 20h30/21h00 dependendo da quantidade de comida que ingeriu. Claro que assim nao dorme a noite toda como dormia, porque nao encheu o estomago ao jantar, mas eu prefiro fazer o sacrificio de acordar a meio da madrugada e ela vai-se habituando aquele ritual. Enfi, sao progressos... assim, assim.

Também decidi nao viver "obcecada" com isso porque também nao ajudava. Agora penso que ela bebe o leitinho por isso tá alimentada. Ela come muito bem durante o dia, se à noite nao comer tao bem, ela lá sabe as suas necessidades, desde que vá bebendo o leite pelo menos. Ontem, como vos disse, fui jantar ao forum e levei sopinha e fruta para a Flor, pois entao ela comeu lindamente (estao a ver!!!!), pronto confesso que demorei uma carrada de tempo mas entre cantigas e truques comeu quase a sopa toda e ainda um bocado da fruta. Mas aqui a burra da mae dela tinha de estragar tudo. É que eu (a burra) estava a comer uma salada de frutas e a nina estava a olhar com um ar que eu nao resisti, cortei um cadinhinho pikenininho e dei-lhe....BURRRAAAAA, é que foi o suficiente para se vomitar toda. Lá veio a sopa a fruta e sei lá mais o quê. Coitada da miuda!!!!

Entretanto deixo-vos as fotos da minha gata no centro c
omecial e digam lá que ela nao tem umas botinhas muito fashion (e quentinhas):













Passámos na Claire's e experimentámos as bandeletes (porque o cabelinho dela nao dá para mais):

À gata










E como estamos no Natal:

umas com umas renas....kakakakakaka...












Desejos a todas de um óptimo fim de semana...prolongado porque merecemos pois entao. Um grande beijinho a todas as que nos seguem, as que nos leem e as super queridas que deixam sempre miminhos.

No Supermercado....

A falta que um homem faz nestas alturas. Ou pelos menos uma companhia, é que ir às compras sózinha com um bebé de colo é dose. É simplesmente impossivel andar com dois carros (o das compras e o da Flor), por isso acabo sempre por nao levar tudo o que preciso e mesmo assim saio carregada que nem uma burra. Para evitar essas situaçoes, como a Flor já se aguenta bem sentadinha, vai de enfiá-la pela primeira vez no carrinho das compras, o resultado foi este:











Mas desenganem-se amigas, se pensam que a tarefa foi mais fácil assim, porque de vez enquando acontecia ISTO:











Claro que nada que um subornozinho com "sabor" a Noddy nao resolva:










Sim filha nao precisas fazer esse olhar, a mae compra....












E pronto, lá andámos nós. Nao tive o problema do carrinho mas teve de ser tudo a despachar porque o Xilo do Noddy também aborrece e a paciênciazinha da Flor para as compras naquele dia era nula.

10 mesinhos de Flor

10 meses já lá vao! Só me apetece perguntar para onde vai o tempo? mas porque tens de crescer tao rápido filha? Ai, se é bem verdade que eles crescem taaaaaao depressa....


E as CONQUISTAS da minha Flor:

  • Já diz mama (embora ainda nao saibas bem o que estás a dizer, já nao era sem tempo filhoca).
  • Dá cabeçadinhas a nós se lhe pedirmos (e também dá a ela própria em frente ao espelho ehehehehehe).
  • Dentinhos nem vê-los (mas eu gosto dela asim desdentadinha).
  • Dá passinhos perfeitos agarrada às nossas maos (como é pesadota nao se aguenta sózinha ainda, mas em breve chega lá, nao há pressa).
  • Trepa por mim acima (agarra-se à minha roupa, faz força, dá aos pézinhos e puxa até conseguir trepar para o meu colo. Mudar a fralda está a começar a tornar-se uma tarefa complicadita)
E as MANIAS da minha Flor:

  • Continua a odiar andar de carro, mas já se vai portando melhor.
  • Continua a gatinhar de marcha atrás (às vezes é mais rastejar)
  • Agora já só faz as gracinhas quando quer e nao quando lhe pedimos.
  • Cerra a boca ao jantar e nao passa ali uma agulha.
  • Odeia estar presa ou sózinha.
  • Adora beber água pelo copo ou pelo gargalo da garrafa (vai é mais para fora do que para dentro).
  • Grita se me vê a beber Sumol (e só pára de gritar quando a deixo molhar a lingua).
  • Nao gosta de chucha, adoptou o biberon em vez (mais conhecido por bibas).
Resumindo... TÁ A CRESCER.

Beijocas a todas, minhas e da Flor.

Fui enganada!


Tou feita ao bife com as Sras. enfermeiras. Pois nao é que nao era para levar vacina nenhuma ontem?!?!

De manha lá fui eu fazer o tremendo esforço de largar 70,40€uros para a bendita Prevenar (até fiquei azul e a minha carteira, coitada, perdeu a cor) para ir vacinar a pimpolha às 14h00.

Chego lá entrego o boletim de vacinas e a Prevenar à enfermeira C. que depois de ver o dito boletim me diz "o que é que a Flor veio cá fazer?", ora bem, isto saído da mesma pessoa que me havia dito para ela lá ir ao 9 meses, deixou-me assim como que petrificada.

Eu digo:
"enfermeira C. disseram-me para vir aos 9 meses fazer a última dose, até..."
e antes que eu pudesse terminar ela diz-me assim
"aí que disparate, mas que é que lhe disse uma coisa dessas?"
e eu disse
"foi você Sra. enfermeira"
ela olhou para o boletim e disse
"aaaahhhh realmente fui eu que a atendi na ultima vez, tá aqui a minha assinatura"
e depois completou
"olhe nao faz mal, já fica para quando ela fizer os 15 meses"

" ¿¿¿¿¿¿¿¿¿¿¿¿¿15 meses????????????????????? " pensei cá eu comigo, fogo isso é só em Abril, o dinheirinho fazia-me tanta falta agora, é que eu fiquei lisinha. Mas pronto, ouvi e calei né? fazer o quê!!! Lá a Florzinha se safou da dita vacina por mais uns mesinhos e lá veio a vacina para o frigorifico para o pé dos legumes.

Achei graça foi a Flor, assim que a pus em cima da marquesa onde ia levar a vacina agarrou-se a mim e tal qual uma gatinha queria trepar por mim acima de assustada que estava. Parecia um desenho animado a minha rica filha!!!! Mas olhem, lá se safou...

Às 18h30 foi hora da reuniao de pais. Como devem calcular eu tava babadissima. Lá fui eu toda vaidosona com a minha fadinha. À tarde a pimpolha nao dormiu nada entao, aquela hora, já acusava algum cansaço, foi a muito custo que a tirei do carro. Assim que viu os outros papás e mamas e bebés passou-lhe logo o cansaço e ainda vai de nos presentear ,com uma bela cagada. Eu que tinha deixado a mala dela no carro e nao podendo sair naquela altura tive de me aguentar com a fedorenta, como é possivel, tao bonita e tao mal-cheirosinha!!!

A reuniao foi muito gira. Estavam lá todas as amas do Serviço de Amas daquele infantário (inclusive a nossa Bé), mais as responsáveis pela equipa. Eu adorei!

O tema principal foi a adaptaçao de pais e filhos na primeira fase de separaçao, que é sempre tao complicada. Para que todos se exprimissem foi efectuado um jogo/exercício lúdico que consitia num barco 3D feito em cartolina que passava de mao em mao por todos os pais e amas presentes. Enquanto ele tivesse na nossa mao, diziamos pelo menos um sentimento positivo ou negativo sobre a dita separaçao. Quando o barquinho chegou a mim, eu nao podia deixar de dizer "confiança" ao mesmo tempo que me vieram as lágrimas aos olhos, porque como eu expliquei lá, para mim é uma bençao poder ir trabalhar e saber que a minha filha está tao bem cuidada. A Bé trata a Flor como se filha dela fosse, a Flor tem só 9 meses e consegue expressar diáriamente a alegria quando vê a Bé, e muitas vezes quando a vou buscar nem quer vir. Tudo isto me transmite muita confiança durante o dia, sinceramente sinto-me em paz. Sei que a minha filha está bem, sente-se bem onde está e isso é o melhor que lhe posso dar. Quando foi para passar o barquinho a outro papá vai que a Flor se agarrou a ele e nao queria largar, tanta foça fez a puxar que ficou com a bandeira do barco na mao. Risota geral, mama vermelha que nem um tomate (aquilo deve ter dado um trabalhao a fazer e a Florzinha tinha logo que deixar o seu cunho pessoal).

Depois do jogo/exercicio lúdico ainda tive oportunidade de falar sobre os meus medos de nao ser boa mae, porque a Bé consegue pôr a Flor a comer a dormir etc, tudo nas horas certas e eu nao consigo exercer um ritual em casa. Elas foram umas queridas disseram-me logo que eu nao devia sentir-me assim porque é normal os bebés e crianças se portarem pior na casa dos pais, enfim no fundo disseram-me aquilo que muitas de vocês já me haviam dito, mas às vezes nao consigo de deixar de me sentir péssima. Isto com o tempo deve passar.

No fim da reuniao ainda trouxemos um certificado muito lindo para pôr-mos no álbum para recordaçao. Realmente elas pensaram em tudo. O trabalhao que certas coisas com que nos presentearam deram, eu nao quero imaginar. Claro que a Florzinha deu logo cabo do barquinho 3D, a minha fedorenta linda nao pode apanhar nada nas maos que ou estraga ou mete na boca (parece um mini aspirador).

Vacinas à parte e o saldo do resto do dia até foi bastante positivo, o meu saldo bancário é que nagora nao é lá essas coisas. No fundo fiquei com os 70,40€uros congelados, literalmente até abril (kakakakaakkakak), nao sei se me rie ou chore.

Entretanto e tal, pus a Flor no seu 4 em 1 da Chicco, deixo-vos a foto.

Beijokinhas e muito obrigada pela visita.

Última vacina e primeira reuniao de pais.

Ontem decidimos esquecer a crise e fomos jantar fora.

A Florzinha adorou estar pela primeira vez sentada à mesa, a foto foi tirada com o telemóvel nao está muito boa, mas nao quis deixar de registar o momento. Portou-se lindamente, aliás como quase sempre.

Antes de avançar mais quero agradecer a todas que me deixaram comentários sobre como ultrapassar o calvário do jantar. Já tentei algumas das sugestoes que me deixaram, mas a moça nao atina com a sopa à noite, cerra a boca e nao entra ali uma agulha. Com os horários que me mandaram dos vossos bebés já fiquei com uma noçao das horas que devo dar o jantar e depois o leitinho. Agora é insistir todos os dias até ela se habituar, mas nao tá fácil.

Falei com a Bé (ama dela) e ficou decidido dar-lhe o iogurte às 16h00/16h30 com uma peça de fruta. Isto para vermos se ela aguenta até às 18h30 sem o tal leitinho, e, a essa hora tento dar-lhe a sopa.

Ontem nao resultou, apesar de se ter aguentado até às 19h30 sem comer, rejeitou a sopinha que lhe tentei dar. Como podem ver na foto, o leite bebeu-o quase todo, e ainda comeu um cadinho de pao e um cadinho de manga. Ela entende que nao come sopa à noite e nao há nada que a demova, mas àgua mole em pedra dura tanto dá até que fura e eu vou continuar a tentar. Entretanto e enquando ela for bebendo o leite já nao é mau.

Ontem tb pus em prática a minha tentativa para ela largar o vicio do biberon. Mudei-lhe a tetina de borracha que ela adora, para uma de silicone. Neste caso os resultados já foram um bocadinho melhores, adormeceu sem o biberon na boca... já considero um avanço, vamos ver se é para continuar ou se ela adopta a tetina de silicone.

Mas vamos ao dia de hoje, e hoje é dia da última vacina, falo da Prevenar pois claro. Hoje a minha nina vai levar a última, graças a Deus (por ela e pela minha carteira também). Depois no final da tarde tenho a primeira reuniao de pais no infantário ao qual pertence a Bé.... ihihih que lindo, vamos ver se a Florzinha se anda a portar bem a marota.

Mais uma vez um muito obrigado a quem se prestou a ajudar-me, nem que fosse só com umas palavras de apoio. Adoro os vossos comentários, um BEM HAJA!

O calvário da comida...


Amigas de todas as horas, preciso muito da vossa ajuda.

Estou com um problema com a Flor que me faz sentir a pior mae do mundo e pensar que ela merece melhor que eu.

Tou a ter muitos problemas em alimentá-la convenientemente. Ninguém diria pelas pernocas dela, mas a realidae é que eu nao consigo regrá-la.

Ela já devia estar a fazer duas sopas uma de carne e outra de peixe, mas eu nao consigo introduzir a da noite. Aiiiiiii que desespero!


O ritual dela até eu ir buscá-la à ama é muito bom e nos fins de semana é igual, mas a partir das 16h00 é a anarquia total:

08h30 - Chega à ama e come papa
12h00- Almoça (1 sopa e fruta)
16h00- Um iogurte com uma ou duas bolachas Maria trituradas.
16h45- Vou buscá-la
entre as 17h00 e as 18h30, depende dos dias, chora com fome, dou-lhe 125ml de leite, depois disso já nao quer comer mais nada. Às 21h00 (hora dela ir dormir) lá lhe meto um biberon com papa na boca e ela fica a mamar até adormecer, mas que ninguém lhe tire o biberon.

Parte da questao eu acho que se prende com o facto de a Flor ter adoptado um vicio que eu nao sei explicar como nem quando começou, foi derrepente e foi muito rápido e só me tem trazido problemas. É que a Flor nao gosta de chucha. Sei que muitas de vocês devem estar a pensar "que bom" , é o que toda a gente me diz quando toma conhecimento do facto. Mas se realmente é bom por um lado , por outro nem tanto.

Quer se queira quer nao a chucha acalma muito os bebés e o facto de a Flor nao querer chucha obriga-a a lidar sózinha e sem ajuda com certos sentimentos, como seja por exemplo o simples aborrecimento ou o medo.

Quantas de vocês já tiveram os vossos bebés a chorar e dá-se-lhe a chucha e ... param. Eu infelizmente nao possuo essa "arma secreta" para a rabujice e outros estados de espirito mais.

Na verdade eu acho que um bebé sem chucha é muito menos tranquilo que um bebé com chucha, mas para ser sincera isso até nem seria problema para mim, o facto dela exigir um pouco mais de mim nao me faz diferença. O problema é que ela adoptou o biberon em vez da chucha, entao às vezes faz do biberon a sua "tuta".

Meninas, eu nao sei explicar, acreditem, de um dia para o outro aconteceu isto, ela "zangou-se" com a chucha (sabe Deus porquê) e adoptou o biberon para os momentos de "maior carência". Graças a Deus que isto só aconteceu depois da fase das cólicas, é que a menina Flor quando está num "nivel de carência" muito elevado nao dispensa o "bibas" e agarra-se ao biberon mesmo vazio. Para dormir ela nao dispensa o leitinho/papa no biberon sobre o qual dorme bem agarradinha.

Já comprei todas as chuchas que possam imaginar. Nao há volta a dar. De inicio nao pensei que isto fosse um grande problema, mas eu penso que isso influi na alimentaçao dela. Se calhar aquele "bibas" que ela quer entre as 17h00 e as 18h30 pode ser apenas para "destressar". Acham que lhe devo dar o jantar a essa hora? nao será cedo demais?


Eu ando muito em baixo com esta história, nem tenho feeling para escrever nada, apenas vou passando nos vossos cantinhos e nessas passagens vejo a linda Beatriz com menos 1 semana de vida que a Flor e já a começar a comer sólidos... fico tao feliz por ela que está tao linda, mas confesso que me sinto a pior mae do mundo.

Preciso deseperadamente da vossa ajuda, apelo que por favor deixem as vossas sugestoes e se nao as tiverem falem-me do ritual da comidinha dos vossos principes e princesas aos 9 meses e meio. Ajudem-me a ultrapassar isto.

Do dia para a noite...


É assim que eu tenho de descrever a mudança da Florzinha.

(E como esta noite dormimos melhor, tou com o sentido de humor mais apuradito e vai de partilhar esta foto de Verao com vocês: a Flor na esplanada a beber uma "mini"... a maladreca gosta, isto com pouco mais de 6 meses vejam bem.)

Brincadeiras à parte, ontem ao inicío da tarde liguei para a ama a saber como estava a minha princesa, pois entao continuava murchita. Só tinha comido metade da sopa e nao estava muito animada.

Quando a fui buscar ao fim da tarde já havia novidades, a Flor tinha feito cocó. Pois uma coisa que eu me esqueci de dizer foi que a Flor fazia uns cocós muito pekeninos e rijos, mas como ela fazia pouco, mas fazia eu nao fui por aí. Parece que ontem à tarde foram três fraldas seguidas, aliás quatro...imagine-se!


Nas primeiras três eram grandes, compridoes e rijos (até fizeram sangue à miúda) depois na quarta fralda foi o normal mais molinho, mas era tanto que quase saía por fora da dita fralda, vai que a Bé (a ama da Flor) me diz "...eu nao sei como tanto cocó cabia numa barriga deste tamanho, nunca vi...". Ora bem, isto dito por uma pessoa que trata de crianças dos 0-3 anos à 18 anos é no minimo preocupante.


Cocós fora, foi ver a radical mudança da Flor, nem parecia a mesma bebé de umas horas antes. Fomos ao café, fomos para casa e a moçoila sempre feliz da vida. Minha rica menina, viu-se logo que estava mais aliviadinha. À noite brincámos imenso, ainda andei lá a vasculhar a boquinha dela à procura de ratitos mas nem vê-los, ela palrava, palrava, palrava (que sempre é bem melhor que gemer) até que por fim adormeceu... ela e eu.



Flor .... murcha!

Pois o verao já lá vai, mas aqui fica uma fotozinha da Flor, tirada à beira da piscina em Pedrogao em pleno mês de Agosto, pois entao.

Para recordar...kakakakaka.

Por falar em Flor, a minha anda murchita. Tá chata e rabuja que só visto. Nao sei o que se passa com a minha boneca, nao quer estar deitada, nao quer estar sentada, nao quer estar em casa, nao quer estar na rua, nao quer comer...acho que nem ela bem sabe o que quer. Atira tudo para o chao, já entende quando estou a ralhar com ela, depois faz-me aquele beiço e chora que nem uma desalmada....troca-me as voltas todas.

À noite geme, geme, geme, eu nao faço ideia do que se passará, sendo que nao tem febre nem nada. Esta noite foi outra noite sem dormir. Tou até sem forças para escrever. Mas para nao estar tanto tempo sem dizer nada, vim aqui só mandar beijos e agradecer os comentários que me têm deixado (hhummm tao bom, sabem taaao bem).

Se tiverem alguma ideia do que se passa com a minha Flor que anda tao murcha, nao se acanhem... digam-me. Aceitam-se conselhos e sugestoes.