- Voltar ao normal?!


(escrito a 20/set/2007 11:54)

Estou já a prefazer as 21 semanas da minha gravidez planeada mas inesperada. Estou finalmente a voltar ao normal, acabaram-se... os enjoos, as indisposiçoes, os vómitos, as tonturas, os cheiros a tudo e qualquer coisa, as dores de dentes, as dores nos peitos, a falta de ar, os ataques de sono e cansaço, a queda de cabelo exagerada e tantas outras coisas que juntas durante tanto tempo me fizeram questionar sobre como iria aguentar a gravidez até ao fim.

Agora sim, estar grávida é bom, é lindo mas...desenganem-se, continua a nao ser fácil.

Agora começam as preocupaçoes e inseguranças, umas sérias tais como "será que o meu corpo está a fornecer tudo o que o bebé necessita?", "será que estou a fazer tudo bem?", "será que vou conseguir entender e dar conta de tantas coisas que eu nunca tinha ouvido falar?", "será que vou ser boa mae?", será...?, será...? ... Outras nao tao sérias... por exemplo a "será que vou ficar uma bola????" é tiiiipica.
Agora começa a ansiedade, a ansiedade de saber se ela/e se está a desenvolver bem, a ansiedade para saber se é menina ou menino, a ansiedade de querer saber sempre tudo a toda a hora do que se passa dentro da bolhinha que está a crescer dentro da minha barriguita, a ansiedade de esperar pelo dia das ecografias, a ansiedade de ir à médica, a ansiedade a passar a mao pela barriga e querer senti-la(o) a mexer, a ansiedade de saber se vou ter leite, a ansiedade de..., e de..., e + de... .
Agora começam as confusoes. É a confusao de ter de visitar as várias lojas das várias marcas com os seus vários produtos e os seus vários preços. É a confusao de tentar saber o que realmente faz falta no meio de tantas coisas que eu nem fazia ideia que existiam para, supostamente, facilitarem a vida do papá e da mama. É a confusao de saber o que realmente se adequa a mim quando toda a gente tem opinioes tao diferentes: "gretalvite ou bepanthene plus?" (é um monte de "isto ou aquilo?"), aaaah esperem, ia-me esquecendo, entao e a confusao que é descobrir o que se deve levar para a maternidade na altura do parto? e acreditem, áquilo que eu já ouvi estou já capaz de levar o enxoval completo com cadeirinha para comer, aranha e tudo mais.
Depois há ainda aquelas coisas mais fisicas (e nao só) que agora começam a surgir, as pernas inchadas, os ataques de choro, a roupa que nao serve (buáááááááá).
Mas quase tudo passa quando vou às consultas e com o doppler oiço o seu coraçaozinho bater, quase tudo passa quando olho para o ecra numa ecografia e vejo a minha/meu cabeçudinha/o, quase tudo passa quando o meu namorado já nao pergunta "como estás princesa?" mas sim "como estao as minhas princesas?" (isto porque estamos em crer que esperamos uma menina), quase tudo passa quando ele me diz que estou linda (mesmo quando nao estou), quase tudo passa quando ele encosta a cabeça na minha barriga à espera de ouvir alguma coisa, quase tudo passa quando ele está a dormir mas deixa a mao sobre a minha barriga, quase tudo passa a cada vez que me dou conta que tenho um bebé dentro de mim que é parte da pessoa que eu mais amo no mundo.
É verdade, quase tudo passa.
Começo a pensar que ser mae é isto mesmo. As dúvidas, medos, inseguranças, preocupaçoes, ansiedades, etc, começam na gravidez e duram... para SEMPRE. Sim, sim disse bem "para sempre" porque acredido que a partir de agora estas dúvidas, medos, inseguranças, preocupaçoes, ansiedades, etc, vao ser sempre substituidas por outras durante todo o processo de crescimento da minha/meu filha/o.
Voltar ao normal??? pois, vou ter de redefinir o meu conceito de normalidade porque o normal para mim agora vai ser assim. Mas sei que quase tudo vai passar quando a minha filha/o rir ou sorrir, quase tudo vai passar quando a/o vir com o pai, quase tudo vai passar com cada brincadeira, cada beijo, cada abraço, cada gargalhada. Quase tudo vai passar com quase tudo.

1 Meiguices:

ruth disse...

Estou surpreendida ,pela positiva claro!Admiro essa tua força, que de certeza a vais buscar nessa tua grande vontade de ser mãe. Gosto do blog,e gosto de te ver assim,inspirada!Força e continua assim.beijos
PS.A tua grande amiga RUTH é tudo menos GORDA!!!!Essa parte não gostei nada!!!!