- Encontros


No sábado fui ao Encontro da Pré-Natal - “Maternal e Amamentação” e hoje não podia deixar de vir aqui contar-vos. Para ser sincera, neste encontro não aprendi quase nada de novo porque já estava muito informada da maioria dos assuntos que foram tratados, mas gostei muito na mesma e sempre tirei algumas dicas.

Por exemplo: que devemos continuar a pôr o creme anti-estrias até dois meses após o parto e duas vezes por dia (não uma como eu ponho e com muito custo por causa do frio). Pois, pois, frios à parte e preguiça também toca a hidratar o corpinho. Eu usava o Creme Gordo Barral, que é óptimo, comprava os boiões porque duram mais, são mais práticos para tirar o creme. Mas à um tempo atrás descobri um EXCELENTE, é o D’AVEIA anti-estrias e também se vende em boiões grandes. É um bocadinho mais caro, mas vale muito a pena. Este não só promove a hidratação como possuí uma quantidade de substâncias com acção específica na prevenção do aparecimento de estrias e um inibidor das enzimas responsáveis pelas destruiçao das fibras elásticas da pele. Além de que não ficamos tão gordurosas como com o Creme Gordo e podemos aplicar de manhã sem estar não sei quanto tempo à espera que seque, um MUST. Outra coisa que aprendi foi que já devia ter começado a preparar os mamilos desde os seis meses de gravidez (uuuppss), lá está, eu punha creme gordo mas nao tem nada a ver. Existem cremes específicos para os mamilos, eu em Novembro comprei o Gretalvite na farmácia, para ter em casa caso viesse a necessitar depois da pimpolha nascer, mas agora fiquei a saber que é para utilizar . E desde ontem que estou a pôr, agora digo-vos uma coisa ...aquilo cheira horrívelmente maaaaaaallllll!!! Outra coisa, eu já deito um bocadinho de colostro, entao também já devo usar discos descartáveis...é importantissimo manter os mamilos sequinhos para nao gretarem.

A parte da amamentaçao foi muito interessante, mas espero que seja mais fácil do que parece, porque amamentar é EXCELENTE. É prático, é mais saudável para a/o bebé, e........ emagrece (iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii). Por isso a palavra de ordem é INSISTIRe nao desistir. Acho que de principio é um pouco dificil, porque o bebé também nao vem ensinado e quando é o primeiro filho acaba por ser uma aprendizagem para os dois nos primeiros tempos, acho que muitas vezes nao é nada fácil. Também aprendemos a fazer as Malas da Maternidade (nossa e do bebé), mas achei as indicaçoes referentes a esse tema muito básicas. As minhas malas têm muito mais coisas (mas muitas mais), e já referi no post anterior, visitem o Blog da Sofia (a quem eu deixo uma beijoka laroca) e vejam o post que ela tem sobre este tema, nao falta lá NADA... mas deixo uma dica que aprendi na Pré-Natal, nao façam apenas uma mala juntando as vossas coisas com as dos bebé (eu por acaso fiz uma mala para cada uma), nao é prático e quando o/a bebé nasce as enfermeiras que levam o/a bebé e necessitam também levar a mala e se as vossas coisas estiverem junto ficam sem o que precisam para se tratarem até que vos venham trazer a dita mala.


Estou sem tempo agora para mais, no próximo sábado há outro encontro da Pré-Natal desta feita sobre "Recém-Nascido e o seu Ambiente" eu estou lá caidinha, já estou inscrita desde Novembro. Como nao tenho tanta informaçao sobre este tema vai ser melhor. Se bem que a informaçao nunca é excessiva, e estes encontros (pelo menos os da Pré-Natal) nao têm fins comerciais porque nao somos bombardeadas com possiveis produtos da marca para as diferentes situaçoes, absolutamente NADA, acreditem.


Vou-me pôr a trabalhar, acompanhada por este cheiro horrível do creme que me invade as narinas de vez enquando...(aargghhhh). Aaahhh e nao vale a pena tentar disfarçar com perfume...só pioooora!!!


P.S. Gostaria de referir mais duas coisas que achei interessantes e lembrei-me agora:

Na altura de dar leite em pó ao bebé meter sempre primeiro no biberon a quantidade de água e só depois o leite em pó (para as medidas baterem certinhas).

A outra é importantíssima, evitem dar logo chucha ao bebé nos primeiros dias da maternidade, é que as formas das chuchas sao muito diferentes da dos mamilos, torna-se muito mais dificil eles adaptarem-se ao peito depois de experimentarem a chucha. Fora com as chuchas nos primeiros dias. Eles até aconselham a nao as levar para a maternidade porque a tendência de algumas enfermeiras quando as vêem na mala é...enfiá-las logo nos bebés. Eu vou levar as minhas (tenho medo que faça falta, sei lá se posso dar leite), em todo o caso escondo-as (ihihihihihihi).

3 Meiguices:

Sofia e Pedro disse...

Olá linda,este texto está fantástico e os encontros são,sem dúvida, um "must"!
Confesso, eu só comecei a preparar os mamilos quando a Joana nasceu e, felizmente, não tive gretas, apenas dores com a subida do leite. Em relação ao creme para os mamilos, os meus preferidos são o PureLan e o Lansinoh.Não têm cheiro,felizmente!
Eu também fiz 2malas, uma para mim, outra para a Joana, é mais prático!
Beijinhos xl,Sofia,Pedro e Joana

Moranguinha disse...

sou sincera adoro estes encontros mas acho que nunca aprendo nada pois já li numa revista ou na net :p mas reaviva-se a memória!
Olha o creme eu sou uma baldas (e ainda vou pagar por isso com as mini estrias que me apareceram na pança) Quanto ao peito nunca o preparei e gretou no 2.º dia mas porque tinha mamilos invertidos. Mas o melhor para eles será sempre o nosso proprio leite: não há melhor cicatrizante acredita!
Quanto ás malitas é fazer uma para cada um mesmo!
Hihi
Aproveita a gravidez!
Beijocas

Maria João disse...

Temos alguns produtos que os nossos rebentos já não precisam. Podem-nos fazer uma visita? Queremos ter mais espaço em casa!